fbpx
PUBLICIDADE

Bolsonaro reclamou que PF de Moro se preocupou mais com Marielle Franco

Foto: Reprodução/Facebook
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, em Brasília, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, se preocupava demais com o seu ego, nesta sexta-feira (24). Ele falou que a Polícia Federal (PF) se preocupou mais com a morte de Marielle Franco do que a tentativa de assassinato que sofreu em 2018.

Bolsonaro demitiu o diretor da PF, Maurício Valeixo, que era homem de confiança de Moro. Segundo o presidente, o ex-ministro disse que aceitaria a substituição apenas em novembro, quando ele fosse indicado para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal.

Novamente, Bolsonaro insistiu que é perseguido pela imprensa brasileira. Ele fez várias críticas às investigações da PF que envolveram seus familiares.

Sobre a acusação de Moro de que Bolsonaro queria relatórios de inteligência, o presidente justificou que tem o direito de saber sobre as ações que são realizadas em seu governo. “Nunca pedi para blindar ninguém da minha família”, diz.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM