PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

12 escolas municipais não retomaram aulas presenciais por causa de casos de covid-19

Volta às aulas
Foto: divulgação/PMG
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Rede municipal de ensino possui 241 escolas, das quais 229 retomaram o ensino presencial

A Prefeitura de Guarulhos confirmou ao GRU Diário que ao menos 12 escolas municipais não retomaram as atividades presenciais por conta do registro de casos de covid-19.


As aulas presenciais foram retomadas na terça-feira (1º). Do total de 241 unidades escolares, 229 voltaram a ter aulas com alunos em salas de ensino. A reportagem não teve acesso aos nomes das escolas afetadas.

De acordo com a Prefeitura, para receber os alunos em espaços físicos foi feito um planejamento dedicado das equipes gestoras, na semana de 24 a 28 de maio, contemplando desinfecção dos espaços, sinalização informativa para fluxo de educandos, informação para organização dos horários de atendimento junto à comunidade escolar, recebimento de alimentação escolar, dentre outros aspectos para a recepção dos educandos e profissionais.

Na sessão da Câmara Municipal desta quarta-feira (2), a vereadora Janete Pietá (PT) conseguiu aprovar um requerimento em que cobra informações sobre funcionários vítimas da covid-19.

Com a volta às aulas, a vereadora afirmou que houve alguns casos de cozinheiros e cozinheiras, por exemplo, que foram contaminados pela covid-19. A vereadora citou, inclusive, que algumas escolas, como a EPG Castro Alves e Monteiro Lobato tiveram as aulas presenciais adiadas para os dias 7 e 14 de junho.

De acordo com a Secretaria de Educação, há um para preservar educandos e profissionais até a obtenção de resultados de exames e laudos médicos para a COVID-19. 


“Respeitados os documentos legais, são 14 dias de tempo de afastamento total após notificação de sintoma gripal ou confirmação de caso de COVId-19.  Caso seja descartada a ocorrência de COVID-19 via documento médico, o atendimento presencial é retomado”, afirmou o governo sobre eventuais suspeitas de casos de covid-19 nas escolas. 

Segundo a gestão Guti (PSD), após detecção de caso de sintomas gripais ou confirmação, com objetivo de preservar educandos e profissionais da escola, atuamos com o ensino remoto por 14 dias com atendimento remoto com 100% dos educandos, o atendimento à comunidade e demais atividades da escola permanecem sem alteração.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM