fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Vôlei Guarulhos mantém liderança e recebe Santo André pelo Campeonato Paulista

volei guarulhos
Foto: Mauro Horita
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Ingressos são vendidos por R$ 15 e R$ 30 pelo site sympla

Atual vice-campeã e líder da competição, o vôlei Guarulhos volta a jogar no Ginásio da Ponte Grande na sexta-feira (9), às 19h, contra o Super Vôlei Santo André, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

Os ingressos (R$30,00 e R$ 15,00) estão à venda somente pela plataforma Sympla: https://www.sympla.com.br/campeonato-paulista22—vedacit-volei-guarulhos-x-super-volei–santo-andre__1707787 . Os portões serão abertos às 18h.

Para o presidente esportivo do clube, Anderson Marsili, a estratégia é aproveitar a vantagem do jogo em casa, buscar mais três pontos e se aproximar da final.

“Já estamos na briga pelo objetivo de ir direto para a semifinal do Campeonato Paulista. Dependemos agora só do nosso resultado e de nenhuma outra combinação”, avaliou Marsili.

Até aqui mérito do time, que nessa temporada estreou uma nova formação, contando com o oposto Franco, grande pontuador, que na última partida cravou 20 pontos.

“Agora é encarar o Santo André, buscar o resultado positivo encima deles e depois fechar a etapa contra o Campinas. Até agora estamos conseguindo concretizar tudo o que planejamos e sabemos que o mais difícil é colocar em prática o que se planeja”, comemorou o presidente esportivo do VVG. 

Foram cinco jogos, com apenas uma derrota para o São José, no último dia 3, por 3 sets a 2. Na classificação geral o VVG acumula 12 pontos seguido por: Farma Conde São José (11); Suzano Vôlei (10) e Sesi-SP (9).

O assistente técnico, João Ricardo, que está no comando da equipe nesta primeira fase, também comemora o equilíbrio técnico do time. “Mesmo com a primeira derrota o nosso desempenho continua positivo. Queremos garantir nossa classificação antecipada e vamos conseguir”, disse ele.

Setembro Amarelo

O Vedacit Vôlei Guarulhos aproveitou a cor oficial do time, reforçando que neste mês dará apoio à campanha nacional do Setembro Amarelo de conscientização e prevenção ao suicídio nas redes sociais e nas quadras. O líbero Filipinho entrou em quadra vestindo a camisa em alusão à campanha.

Dados da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e do Conselho Federal de Medicina (CFM) mostram que no Brasil são registrados mais de 14 mil casos por ano, ou seja, uma média de 38 por dia.

Este problema é a quarta principal causa de mortes de jovens com idade de 15 a 29 anos, atrás apenas de acidentes no trânsito, tuberculose e violência interpessoal.

As campanhas de diversas organizações sociais, públicas e privadas são importantes para alertar sobre o problema e orientar a importância das famílias prestarem atenção aos sinais comportamentais, principalmente em crianças e jovens, que podem levar ao suicídio.

De acordo com dados do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, a pandemia trouxe o agravamento da saúde mental de crianças a partir dos seis anos de idade, sendo que a faixa etária dos brasileiros que mais são afetados por automutilação, tentativa de suicídio ou suicídio é de 11 a 19 anos. O perfil masculino ainda prevalece. O diálogo, o acolhimento e a atenção são fundamentais.

Entre os sinais que devem chamar a atenção das pessoas estão:  isolamento, mudanças na alimentação e no sono, automutilação, autodepreciação, interrupção de planos, abandono de estudo e do emprego, sem causa aparente.

Confira os próximos jogos do VVG – Campeonato Paulista 2022

  • 09/09 – 19h – VVG x Santo André (Ginásio da Ponte Grande)
  • 16/09 – 19h – Vôlei Renata x VVG (Ginásio Taquaral – Campinas)

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM