PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Viviane Sena retira candidatura ao Stap; Sindicato diz que disputa continua

Chapa 1 do Stap
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

A professora Viviane Sena, que encabeça a chapa 2 na eleição do Sindicato dos Servidores de Guarulhos (Stap), retirou a sua candidatura. Ela alega fraude nas eleições pela falta de paridade dos mesários e suposto favorecimento ao presidente Pedro Zanotti, da chapa 1. Já o Stap entende que a chapa 2 continua inscrita, já que a retirada não foi formalizada oficialmente. A votação transcorre hoje e amanhã.


Nesta manhã, Viviane pediu novamente a paridade dos mesários, o que foi negado. De acordo com o advogado do Stap e da chapa 1, Marcelo Pereira, a definição dos mesários aconteceu na assembleia do dia 18 de dezembro, atendendo uma decisão judicial que impedia a indicação dos mesário pelo atual presidente do Stap.

“É só criação de fato político porque eles não têm voto e material humano necessário”, disse.

O GRU Diário conversou com os dois candidatos na segunda-feira, 17, e publicou vídeos com as suas propostas no Facebook.

Viviane diz que a assembleia citada por Marcelo não teve ampla divulgação.

“É um absurdo. Os servidores não sabiam da assembleia e o Josinaldo (José de Barros, vice presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos) sabia e ainda apareceu com 80 nomes para indicar como mesários”, reclama.

Ela tentou suspender a eleição, mas o pedido foi negado pela 5ª Vara do Trabalho de Guarulhos.

Pela composição da mesa, cada local de votação teria um presidente, dois mesários e um fiscal de cada chapa. Viviane diz que Josinaldo, por ser da Força Sindical e próximo a Pedro, estaria serviço da chapa 1. Assim, seriam quatro integrantes da chapa 1 e só um da chapa 2 em cada local de votação.

Com a saída da chapa 2, o professor Pedro Zanotti, da chapa 1, será reeleito para o terceiro mandato no sindicato. Ele continuará à frente do Stap até 2025. Segundo Viviane, o grupo que formou a chapa 2 será oposição durante todo mandato de Zanotti.

“Não serão cinco anos sem gente no pé”, disse.

Viviane pede que os sócios do Stap não votem na eleição ou se abstenham. Já Zanotti, em nota, afirma que o pleito segue sem intercorrências.

“Peço aos associados que exerçam o seu direito legítimo de votar.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM