fbpx
PUBLICIDADE

Vice-prefeito de Guarulhos é alvo de racismo em restaurante

Foto: Reprodução/Facebook/Professor Jesus
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Professor Jesus e sua esposa se posicionam contra preconceito racial

O vice-prefeito de Guarulhos, Professor Jesus (Republicanos), postou vídeo nas redes sociais em que relata um caso de preconceito racial sofrido no último domingo (1º), em um restaurante. Ele não apresentou denúncia contra a autora.

Jesus disse que estava almoçando e, ao terminar, foi cumprimentar algumas pessoas que estavam em outras mesas. Aí ele foi abordado por uma senhora que o confundiu com um garçom. “Você não vai limpar a minha mesa? Estou aqui há 10 minutos esperando. Você não vai me servir?”, questionou a mulher.

Assustado, Jesus disse que apenas que não trabalhava no restaurante e chamou um garçom para atendê-la.

Nas redes sociais, ele demonstrou indignação. “Eu não estava com o uniforme do restaurante. Ela me julgou pela cor da pele. Ninguém pode determinar o lugar em que você pode chegar”, afirmou.

A esposa dele, a vereadora Vanessa de Jesus (Republicanos) repercutiu o caso na sessão desta quarta-feira (4) na Câmara Municipal. Ela disse que é comum questionarem se a filha do casal, que é negra, é realmente filha dela. A parlamentar ainda cita constrangimentos sofridos por parentes negros. “Muitas vezes eu passo despercebida, mas alguém da minha família tem que ser revistado por seguranças”, reclamou.

O assunto veio à tona na Câmara de Guarulhos durante a aprovação, hoje, de uma moção de repúdio contra o vereador de São Paulo, Camilo Cristófaro, que em reunião de CPI no Legislativo paulistano teve uma fala racista.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM