fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Veja os remédios que estão em falta nas UBSs de Guarulhos 

Foto: Reprodução/internet
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Desabastecimento ocorre há pelo menos 30 dias e não há prazo para normalização

Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Guarulhos sofrem com a falta de medicamentos há pelo menos 30 dias, segundo a Secretaria Municipal da Saúde. Os remédios indisponíveis para os pacientes são: Amoxicilina, Dipirona, Sulfato ferroso, Acetilcisteina e Carmabazepina.

De acordo com a secretaria, o desabastecimento não atinge os hospitais municipais nem as UPAS (Unidades de Pronto Atendimento).

A pasta reforça que isso ocorre em razão da indústria farmacêutica que “parou de produzir alguns medicamentos em razão da falta de insumos”. A escassez de medicamentos já atinge todo o Estado de São Paulo. É o que indica a pesquisa divulgada nesta terça-feira (21) pelo Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo.

O estudo aponta que  98,5% dos profissionais relataram falta de medicamentos nas redes privada e pública de farmácias e estabelecimentos de saúde estadual. Foram ouvidos 1.152 farmacêuticos em todo o estado entre os dias 19 e 30 de maio. Veja a pesquisa neste link.

Outro lado

Sobre a  possibilidade de substituir os medicamentos, a Saúde de Guarulhos informou ao GRU Diário que “depende da conduta médica” e que os pacientes precisam “procurar orientação médica”.

“A dipirona, caso não haja nenhuma contraindicação para o paciente, pode ser substituída por ibuprofeno ou paracetamol. Mas isso, como salientando, depende de orientação do médico e só compete a esse profissional a substituição. Não existe um prazo para a normalização, pois o problema é a falta de insumos que, em sua maioria, são importados da China. Ocorre que o país asiático se encontra em lockdown devido a um novo surto de covid”, diz a nota. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM