PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

USP, Unesp e Unicamp mantêm uso de máscara em ambientes fechados

Foto: Unsplash
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

PUBLICIDADE

Na Unesp uso será solicitado inclusive em ambientes externos

Apesar do governo de São Paulo ter flexibilizado o uso de máscara em ambientes fechados, as três universidades públicas estaduais de São Paulo vão continuar exigindo o uso dessa proteção pelos alunos, professores, funcionários ou visitantes que estiverem em seus espaços internos tais como salas de aula, laboratórios e bibliotecas. Na Universidade Estadual Paulista (Unesp), o uso desse equipamento será solicitado inclusive em ambientes externos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a reitoria informou que nos espaços fechados e no transporte coletivo, o uso de máscara será obrigatório. Nos externos, o uso não será exigido.

“A redução de casos novos, internações e óbitos decorrentes da covid-19, nos três municípios em que a universidade possui campi, permite a flexibilização da obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços abertos. No entanto, o retorno às aulas presenciais, com grande afluxo de pessoas na universidade, sugere prudência quanto a seu uso em espaços fechados, como salas de aula, laboratórios e áreas administrativas, bem como no interior dos transportes coletivos”, diz o comunicado divulgado pela Unicamp.

A Universidade de São Paulo (USP), conforme comunicado da reitoria, informa que o uso de máscara será obrigatório em ambientes fechados e recomendado para ambientes externos em situação de aglomeração.

“O uso de máscara será obrigatório a todo o corpo discente e docente, servidores técnico-administrativos, prestadores de serviços e visitantes nos ambientes fechados da universidade, incluindo salas de aula, auditórios, museus, laboratórios, bibliotecas, locais de atendimento ao público e setores administrativos da universidade. Nos ambientes externos, o uso de máscara é recomendado em situações de aglomeração”, diz a USP.

A universidade ainda orienta que a máscara que deve ser utilizada é a do tipo cirúrgico ou tipo N95, bem ajustada ao rosto e cobrindo nariz ou queixo.

Já na Universidade Estadual Paulista (Unesp), a obrigatoriedade vale não somente para lugares fechados, como também para os ambientes externos.

“Segue em vigor na universidade a obrigatoriedade da apresentação do passaporte vacinal, que é indispensável a todos os públicos, e o uso de máscara de proteção facial, que é altamente recomendável. Em relação especialmente ao uso de máscara, a universidade sustenta a posição que todas as pessoas devem seguir utilizando máscara nos campus e em todas as 34 unidades universitárias, independentemente de estarem em ambiente fechado ou aberto”, informou a Unesp.

Desde a semana passada, o uso de máscara em ambientes fechados não é mais obrigatório no estado de São Paulo, com exceção do transporte público e de locais destinados a prestação de serviço de saúde, como hospitais e postos de saúde. Especialistas, no entanto, recomendam que as pessoas continuem usando máscaras, principalmente em ambientes fechados e com aglomeração.

(Por Agência Brasil)

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE