fbpx
PUBLICIDADE

UBS Fortaleza vira polo de vacinação infantil contra a covid-19

Foto: Divulgação/Governo de SP
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Unidade Pfizer Baby passa a imunizar crianças de seis meses a dois anos com comorbidades

A partir desta quinta-feira (1º), a UBS Fortaleza entra para a lista dos polos de Pfizer Baby em Guarulhos para a imunização de crianças de seis meses a dois anos de idade com comorbidades contra a covid-19. Pais ou responsáveis podem se dirigir a esse ou a um dos outros 21 polos para garantir a proteção da criança. Basta apresentar documento com foto, carteirinha de vacinação e comprovante da comorbidade.

Os outros polos em que a vacina está disponível são o Ambulatório da Criança (rua Osvaldo Cruz, 151, Centro) e as UBS São Ricardo, Vila Fátima, Ponte Grande, Tranquilidade, Rosa de França, Continental, Cabuçu, Acácio, Cidade Martins, Morros, Haroldo Veloso, Nova Bonsucesso, Marinópolis, Soberana, Jacy, Cumbica I, Cummins, Jurema, Piratininga e Jandaia. Os endereços podem ser consultados em www.guarulhos.sp.gov.br/unidades-basicas-de-saude-ubs.

O esquema vacinal primário será composto por três doses, com um intervalo de quatro semanas entre a primeira e a segunda aplicação e de oito semanas entre a segunda e a terceira dose. Para esse público não está recomendado o uso de outro imunobiológico entre as doses administradas. As três aplicações devem ser da mesma vacina, a Pfizer Baby. 

Vale destacar que a UBS Fortaleza também é polo de Coronavac e Pfizer para a imunização de pessoas acima de três anos de idade que ainda não receberam a primeira dose contra a covid-19, bem como de crianças acima de cinco anos de idade que iniciaram o esquema vacinal com um desses imunobiológicos, e gestantes, que só podem receber a dose de uma dessas vacinas. Os outros 41 polos podem ser consultados em www.guarulhos.sp.gov.br/article/duvidas-sobre-vacinacao-contra-covid-19

Comorbidades incluídas como prioritárias

As comorbidades prioritárias para vacinação com a Pfizer Baby, de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização contra a Covid-19 do Ministério da Saúde,  são diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente (HAR), hipertensão arterial estágio 3, hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo, doenças cardiovasculares, doenças neurológicas crônicas, doença renal crônica, imunocomprometidos, hemoglobinopatias graves, obesidade mórbida, síndrome de Down e cirrose hepática.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM