fbpx
PUBLICIDADE

Tony Auad: The Voice cansa público e Globo garante apenas versão ‘kids’

Jurados The Voice
Foto: Reprodução/Instagram/TV Globo
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Versão para cantores de 60 anos ou mais foi suspensa por tempo indeterminado

Hoje inicio a minha coluna comentando a suspensão do show de talentos para cantores acima de 60 anos The Voice +, por tempo indeterminado e por opção da direção da emissora depois de uma reunião com todas as áreas.

Apenas a produção de uma nova temporada do The Voice Kids, em que as crianças são estrelas do reality, está programada para o próximo ano.

A versão tradicional do programa não está confirmada para o próximo ano assim como qualquer outro reality que a Globo venha a fazer. Somente em janeiro de 2023 é que a emissora vai decidir.

A coluna entende que o The Voice já cansou um pouco os telespectadores pelo formato apresentado até agora, seguindo as normas impostas pelo licenciamento obrigatório em todos os países onde é apresentado.

Os jurados contratados da emissora deverão permanecer à disposição da emissora para qualquer eventualidade ou qualquer nova programação que eles possam ser aproveitados.

No lugar do The Voice, a Globo colocará no ar aos domingos um programa de culinária ainda sem definição de quem vai apresentá-lo.

Mas, fontes bem informadas, confirmam que o The Voice foi suspenso por causa do próprio desgaste do reality musical, que teve muitas edições e versões no ar nos últimos tempos.

Porém a direção da Globo, para reduzir e dar um fôlego, optou-se por retirar a atração, que não tem tanta repercussão e números de IBOPE em relação às outras.

O The Voice Kids, por exemplo, deu mais audiência do que o programa Pipoca da Ivete que a Globo apostou todas as fichas. 

Frase Final:  Viva a Democracia.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM