fbpx
PUBLICIDADE

Tony Auad: Restaurante da Rede TV é alvo de investigação

Rede TV
Foto: divulgação/RedeTV!
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Funcionários reclamam da qualidade das refeições servidas no local

Hoje início a minha coluna comentando mais uma denúncia contra a Rede TV feita pelos Sindicatos dos Jornalistas e dos Radialistas de São Paulo, que se reuniram para denunciar a qualidade da comida servida no restaurante da emissora.

Funcionários relatam que passaram mal após comer no local e que já encontraram insetos como baratas e larvas nas refeições. Na última semana, a entidade entregou uma proposta para a emissora com o intuito de resolver a situação. Em nota, a empresa nega as acusações.

Segundo o Notícias da TV, que teve acesso ao documento, há denúncias com trechos de depoimentos de pessoas que comem diariamente no local. O sindicato relata ainda que a rede de Amilcare Dallevo Jr e Marcelo de Carvalho é a única emissora das cinco grandes que não disponibiliza vale-alimentação para os contratados.

As reclamações sobre o restaurante da Rede TV não são novidade. Fontes da coluna relatam que a comida já não é boa há pelo menos cinco anos. Mas a situação se agravou nos últimos meses. Os representantes do sindicato na TV passaram a receber inúmeras queixas de que a comida era salgada e ficava com o gosto impregnado na boca durante horas.

Outros também comentaram que passaram mal, após precisarem comer no famoso bandejão, usado principalmente por aqueles que ganham salários mais baixos e não podem trazer comida de casa ou comer em uma lanchonete particular que fica nas dependências do CDT (Centro de Televisão Digital) de Osasco, onde fica a Rede TV.

São poucos os trabalhadores que não têm ou não tiveram pelo menos uma ocorrência de dor de estômago, barriga, diarreia ou intoxicação alimentar – como informa diversos relatos de colegas que foram contatados pelas entidades sindicais. Segundo confirma o gosto da comida fica na boca durante horas, impregna os dentes de tal maneira que mesmo depois de escová-los continua revestidos, diz o documento apresentado.

O restaurante da Rede TV é terceirizado e de responsabilidade da Sapore. No site da empresa, constam os nomes de outras TVs na lista de clientes, como o SBT e Globo. Apesar da expertise da fornecedora de alimentos, o sindicato afirma que diversos funcionários e ex-funcionários relatam terem encontrado objetos estranhos na comida, entre eles, cacos de vidro e pedras, além de lesmas em saladas.

Comidas e larvas em alimentos poderiam levar o restaurante popular da Rede TV a ser fechado pela Vigilância Sanitária de São Paulo. A coluna apurou, através de Notícias da TV, que não houve denúncias formais para os órgãos governamentais até então. Porém, para tentar resolver a situação, os sindicatos pediram uma reunião com os diretores da Rede TV para providências cabíveis. Lembrando que, mesmo o restaurante sendo terceirizado, a responsabilidade é da Rede TV.

Frase Final: O valor de uma pessoa está no caráter e não na beleza.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM