PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Tony Auad: Record atualiza manual de conduta e proíbe âncoras de darem opinião

Foto: Edu Moraes/RecordTV
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Vice-presidente de jornalismo da Record, Antônio Guerreiro disse que recomendações apontam comportamentos esperados de um profissional qualificado e responsável

Hoje inicio a minha coluna comentando a nova orientação da Rede Record de Televisão proibindo seus âncoras de se manifestarem sobre qualquer assunto, inclusive sobre a proibição de falar em política na emissora e na web.

Após esse comunicado, a Rede Record de Televisão foi taxativa em afirmar que não concorda que seus contratados deixem suas opiniões transparecer ao público, inclusive na Web.

Na atualização do manual de uso de Mídias Sociais para os jornalistas do Grupo Record, a empresa pontua que seus colaboradores devem ser isentos no universo digital, inclusive com o uso de emojis.

Nenhum jornalista da empresa, portanto, deve usar qualquer mídia social para se manifestar sobre assuntos que envolvam política, religião, acontecimentos controversos e sensíveis, independentemente do tema, seja em nome do Grupo Record ou em nome próprio, exceto seautorizado previamente, afirma o documento enviado aos profissionais da emissora.

As orientações valem para todos os profissionais do jornalismo da Rede Record de Televisão, incluindo Record News, R7 e Rádio Record. A empresa reforça a orientação sobre a imparcialidade de seus profissionais.

As mensagens de áudio em aplicativo e troca de mensagem também fazem parte das proibições. O jornalista deve garantir que publicações, comentários e compartilhamentos em suas mídias sociais sejam imparciais.

O comunicado afirma também que é fundamental praticar a autoavaliação ao analisar se o conteúdo da postagem influenciará o público a considerá-lo profissional tendencioso.

Segundo Antônio Guerreiro, vice-presidente de jornalismo da Record, essas novas recomendações não foram feitas para limitar as ações dos profissionais da emissora, mas para apontar comportamentos esperados de um profissional qualificado e responsável.

Frase Final: 

“Ninguém é obrigado a nada, mas se prometer cumpra”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE