PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Tony Auad: Justiça tenta intermediar acordo e Sikêra Jr. critica grevistas da RedeTV!

Foto: Reprodução/redes sociais
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Apresentador rebateu críticas de que ganha bem e disse que demorou 33 anos para chegar ao posto que ocupa hoje

Tony Auad
Foto: Divulgação

Hoje inicio a minha coluna comentando o envolvimento da Justiça na greve dos funcionários da RedeTV!, em razão dos baixos salários e da falta de um posicionamento da emissora.

A Justiça se envolveu na greve da RedeTV!, mas o primeiro pedido de reconciliação não surtiu efeito até o momento, muito embora o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo tenha apresentado uma boa proposta para a emissora.

Os funcionários do canal, quinto lugar no ranking de audiência da TV aberta, concordaram com a proposta, de acordo com as informações recebidas pela coluna, mas não abandonaram a greve em razão do desinteresse da emissora.

O desembargador Valdir Florindo sugeriu que o salário dos colaboradores tenha um ajuste de 17%, sendo 7% em outubro, 5% em janeiro de 2022 e mais 5% em abril do próximo ano. Além disso, a emissora tem de garantir o emprego dos funcionários durante o período do dissídio e pagar 50% dos dias parados.

Em comum acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiofusão e Televisão do Estado de São Paulo, os grevistas até concordaram com a proposta inicial. A paralisação foi idealizada até a última sexta-feira, mas não foi encerrada por falta de comprometimento da direção da RedeTV!.

O lado mais forte da emissora já mostrou a sua total discordância pela greve. Até Sikêra Jr, apresentador do Alerta Nacional, se colocou contra o movimento. Ao vivo, ele declarou: “Ei você aí que está na porta da RedeTV!, acaba com isso, vamos trabalhar. Olá, tem muita gente desempregada querendo o seu lugar. Não é hora para isso”.

Ainda no Alerta Nacional, Sikêra Jr. até pensou nas críticas que iria receber dos grevistas e mais uma vez se mostrou contra o movimento. “O pessoal fala que eu ganho bem, mas demorou 33 anos para eu chegar até aqui”, disse o apresentador para justificar a opinião dele.

Segundo a associação, os profissionais estão insatisfeitos com os baixos salários oferecidos pela RedeTV!. Os radialistas da emissora amargam salários sem reajustes há mais de quatro anos, inclusive em cláusulas econômicas contidas na convenção coletiva da categoria.

Sem interesse da RedeTV! em negociar, só restou aos profissionais da emissora decretarem a greve, até porque as perdas salariais dos trabalhadores são de 18% e se considerar o retroativo chega a 354%, alegou o Sindicato de classe em nota divulgada.

Frase Final: 

“O Senhor é Meu Pastor e Nada Me Faltará”  

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE