fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Tony Auad: Eduardo Costa recebe multa de R$ 31,5 mil por ofender Fernanda Lima

Fernanda Lima x Eduardo Costa
Foto: Reprodução/Divulgação/Montagem
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Cantor chamou atriz de “imbecil” por fala contra o presidente Jair Bolsonaro no programa Amor e Sexo

Hoje inicio a minha coluna comentando a condenação do cantor sertanejo Eduardo Costa pela justiça do Rio de Janeiro por crime de difamação ao ofender a apresentadora Fernanda Lima em 2018.

O sertanejo terá que pagar multa no valor de R$ 31,5 mil e prestar serviços comunitários por oito meses. O referido cantor, por meio de sua assessoria, afirmou que não vai comentar a referida condenação. Ele teve mais uma oportunidade única para se defender, mas, quem cala consente.

Em novembro de 2018, o cantor escreveu no Instagram que a apresentadora do programa Amor e Sexo na época na Globo (2009-2018) era “imbecil” e se utilizava da “mamata” para apresentar seu programa que era para maconheiro e bandido.

Segundo a Juíza Maria Tereza Donatti, a decisão em prol da condenação ocorreu em razão de ter verificado que as consequências do crime, a politização do seu discurso pelo querelado, gerou ataques de ódio e ameaças a ela e sua família, causando-lhe danos até hoje.

De acordo com o tribunal, a defesa de Eduardo Costa tentou a extinção do processo alegando que houve pedido de desculpas semanas depois, destacando que foi dito durante o programa Conversa com Bial, mas não foi aceito por Fernanda Lima. A Juíza considerou que não houve retratação como alegado pelos advogados do cantor.

Para relembrar o caso, em novembro de 2018 Fernanda Lima bloqueou os comentários do seu perfil no Instagram após mensagens ofensivas por seu discurso de abertura no extinto Amor e Sexo ao abordar a luta das mulheres pela libertação dos estereótipos.

Nas redes sociais, o discurso teve apoio de vários artistas e internautas. Mas também foi alvo de críticas como a do cantor sertanejo Eduardo Costa, o qual enfatizou que mais de 60 milhões de brasileiros votaram em Jair Bolsonaro e, agora, vem essa “imbecil com esse discurso esquerdista”, disse Eduardo Costa na época.

Para a coluna, o sertanejo errou. Não se critica ofensivamente a opinião de quem quer que seja. A discordância até pode existir, porém respeitando a opinião contrária, até porque a liberdade de cada um começa quando termina a do outro.

E, pensando dessa forma a magistrada acertou a sua decisão em condená-lo, pois quem deveria dar exemplo burlou o respeito ao seu semelhante.

Frase Final:  O Respeito deve ser o ponto primordial na convivência social.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM