PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Testagem de alunos da rede municipal causa aglomeração e fila no Adamastor

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Aglomeração Adamastor
Foto: reprodução/redes sociais

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.
Error: Embedded data could not be displayed.

Pais apontam falta de organização e Prefeitura afirma que famílias fora do horário agendado tornaram necessária a ampliação do atendimento

Pais de alunos da rede pública municipal entraram em contato com o GRU Diário para reclamar de filas e aglomerações no Teatro Adamastor, na região Central, nesta quarta-feira (13), durante testagem de alunos da rede pública municipal para um “um levantamento sorológico com os educandos da nossa rede” sobre a contaminação do novo coronavírus.

“Cheguei com minha filha para fazer o teste de covid-19 e saí de lá rapidamente quando percebi que havia uma fila muito grande. Não havia tudo distanciamento entre os pais e estava muito bagunçado”, afirmou a mãe de uma aluna que não quis se identificar.

Outro pai ouvido pela reportagem também citou aglomeração e desorganização na realização dos testes e afirmou que deixou o local antes da testagem dos filhos.

De acordo com documento encaminhado pela Prefeitura às escolas, essa iniciativa visa subsidiar políticas públicas de prevenção e controle da pandemia da COVID-19, apresentando informações de extrema relevância para que as autoridades possam tomar decisões acerca das ações de combate ao vírus, num estudo que consiste em aplicar o teste sorológico para indicação da infecção pelo SARS-CoV-2 por meio da punção digital, verificando-se a presença de anticorpos específicos para o vírus.

Questionada pela reportagem sobre a aglomeração, a Prefeitura afirmou que para garantir a organização e segurança, o agendamento dos testes foi realizado em horários específicos para alunos de diferentes escolas.  “Por volta das 12h, várias famílias fora dos horários agendados compareceram ao local e, imediatamente, foi reforçado o número de funcionários para atendimento e orientações de distanciamento.  O cronograma de agendamento segue mantido para atendimento exclusivo de alunos das escolas da Prefeitura”, afirmou em nota a gestão pública.

A administração municipal afirmou ainda que, na segunda-feira (11),protocolou ofícios junto aos governos estadual e federal solicitando que seja avaliada a inclusão de professores e funcionários escolares nos grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19, a fim de garantir segurança na volta às aulas.

Em Guarulhos, as aulas da rede pública municipal retornam no dia 8. Em live realizada na terça-feira (12), o prefeito Guti (PSD) afirmou que o retorno será opcional.

O retorno das aulas presenciais, que será limitado a 10 alunos por sala de aula, divide a opinião de pais. Alguns afirmam que para quem esperou até agora não custa segurar mais um tempo para que haja a vacinação das crianças.

Outras pessoas afirmam que diante da abertura de bares, restaurantes e demais comércios não faz sentido que as crianças continuem em casa, já que há um prejuízo para o desenvolvimento social e educacional.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE