fbpx
PUBLICIDADE

Sindicato confirma greve de ônibus na Capital nesta quarta-feira (29)

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Sindicato afirma que não houve acordo com as empresas do setor. Prefeitura deve liberar corredores e suspender rodízio

O Sindmotoristas confirmou que os trabalhadores do setor devem realizar uma greve de ônibus a partir da meia-noite de quarta-feira (29).

A decisão foi tomada de forma unânime em assembleia realizada pela categoria nesta terça-feira (28), na sede do sindicato, no bairro Liberdade.

Já se passaram dois meses das nossas negociações e os patrões mostraram-se intransigentes, pedindo prazos, paciência e protelando decisões. A categoria está estafada dessa enrolação”, afirmou o presidente em exercício do sindicato, Valmir Santana da Paz, conhecido como Sorriso.

De acordo com o sindicato, embora tenha garantido o reajuste salarial de 12,47% sobre os salários e vale-refeição, o setor patronal não atendeu a todos as outras reivindicaçõe como a hora de almoço remunerada, PLR, adequação de nomenclaturas e plano de carreiras do setor de manutenção, entre outros.

Segundo a SPTrans, decisão judicial da greve que prevê o mínimo de 80% da frota no horário de pico e de 60% no restante do dia continua válida desde a greve anterior, sob multa de R$ 50 mil em caso de desrespeito.

Caso a greve ocorra, a Prefeitura de SP pode liberar os corredores de ônibus e suspender o rodízio de veículos.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM