fbpx
PUBLICIDADE

Queiroz negocia delação premiada com o Ministério Público

Foto: Reprodução/Facebook
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Informação foi dada pela CNN e afirma que possível acordo pode atingir milícias e família Bolsonaro

O ex-assessor de Flávio Bolsonaro quando o senador era deputado estadual pelo Rio de Janeiro, Fabrício Queiroz negocia uma delação premiada com o Ministério Público do Estado. A informação foi divulgada pela CNN nesta sexta-feira, 26.

Queiroz é acusado de participar de um esquema de rachadinha, crime que ocorre quando parte do salário de funcionários comissionados são recolhidos por um indivíduo para enriquecimento ilícito ou outros fins.

De acordo com a CNN, Queiroz falaria não só sobre o esquema de rachadinha, mas também sobre seu relacionamento com milícias do Rio de Janeira.

A maior motivação para Queiroz realizar o acordo seria a preocupação com a esposa, Márcia, e com as filhas Natália e Evelyn, além de um benefício de prisão domiciliar.

Para fechar a delação, o MP do Rio de Janeiro exige ainda que Queiroz não apenas fale, mas que prove suas afirmações.

Queiroz foi preso no dia 18 deste mês, em um casa em Atibaia, de propriedade do advogado da família Bolsonaro Frederic Wassef, que após o acontecimento se demitiu da função.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM