PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

Protesto contra Bolsonaro termina em briga com a PM

Foto: Reprodução/Globo News
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

PUBLICIDADE

Torcidas organizadas dos clubes paulistas se uniram em ato na avenida Paulista

A Polícia Militar encara confronto contra torcedores organizados de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos, na avenida Paulista, na frente do Masp, na capital paulista, na tarde deste domingo (31). Os manifestantes são contrários ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) e dizem que o ato é contra os “nazistas”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Os manifestantes atiraram pedras nos policiais e fizeram barricadas. A PM atirou balas de borracha no grupo e gás lacrimogênio. Ainda não se sabe quem iniciou o confronto.

A CNN flagrou uma manifestante que, sozinha, encarou um grupo de policiais. Após gritar contra os PMs, ela levou spray de pimenta no rosto duas vezes. Ao tentar revidar, foi retirada pelos policiais.

Na avenida também ocorria uma manifestação a favor de Bolsonaro. Segundo a CNN, houve confusão entre participantes dos dois atos antes da interferência da PM.

Os policiais não tentaram dispersar o protesto pró-Bolsonaro, que tem pessoas com bandeira em alusão ao nazismo, segundo a CNN.

As duas manifestações descumpriram as recomendações sanitárias, que recomendam o distanciamento social para conter a propagação do novo coronavírus.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE