fbpx
PUBLICIDADE

Presidente do STJ concede prisão domiciliar a Queiroz e sua esposa

Márcia e Queiroz (Foto: Reprodução)
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Márcia deve se entregar até sexta-feira

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, concedeu, nesta quinta-feira, 9, prisão domiciliar a Fabrício Queiroz e a esposa dele, Márcia Aguiar.

Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, é acusado de administrar uma rachadinha quando era assessor do senador Flávio Bolsonaro quando este era deputado na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

A rachadinha consiste em receber parte do dinheiro de assessores nomeados, que geralmente são fantasmas, para obter um recurso ilícito.

Em sua decisão, o presidente do STJ acatou a argumentação dos advogados de Queiroz que a situação de saúde do ex-assessor, que operou de um câncer, é extremamente delicada neste momento de pandemia.

Em sua decisão, de acordo com o Jornal Nacional, o ministro diz que a presença de Márcia ao lado de Queiroz é recomendável para as atenções necessárias ao marido já que, em prisão domiciliar, Queiroz estará privado do contato de outras pessoas, com exceção de profissionais da saúde e advogados.

A decisão do STJ determina ainda que Queiroz e Márcia usem tornozeleira eletrônica e indiquem o endereço da prisão domiciliar.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM