fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Policial civil morre em tentativa de assalto em bar no Picanço

Foto: Reprodução/internet
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

O agente reagiu e houve troca de tiros. Um suspeito foi morto, outro ficou ferido e um terceiro foi preso

O policial civil Paulo Cesar Cervino, de 53 anos, morreu na noite desta quinta-feira (26) após uma tentativa de assalto em um bar no Picanço. A vítima estava confraternizando com alguns colegas quando três homens invadiram o local.

O policial reagiu e houve troca de tiros. Ele foi baleado e chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Outro cliente, de 51 anos, levou três tiros na perna. Ele foi socorrido e passa bem.

Segundo a Polícia Civil, um dos suspeitos, 37 anos, foi baleado e morreu. O comparsa, de 38 anos, ficou ferido e deu entrada no hospital. Ele está sob escolta da Polícia Militar.

O terceiro suspeito que conseguiu fugir após o crime foi preso na manhã desta sexta-feira (27), de acordo com a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP). 

Os policiais encontraram o carro usado pelos autores do crime, além de um simulacro de arma de fogo. O caso foi registrado como morte decorrente de intervenção policial, legítima defesa, associação criminosa, e tentativa de roubo no 1ºDP de Guarulhos

Amigos e colegas lamentaram a morte do policial pelas redes sociais. 

“Policial espetacular, muito querido e admirado por todos os colegas do DHPP. Peço ao Senhor Deus que possa acalentar os corações de seus filhos e de todos os familiares e amigos”, escreveu um colega.

“Um homem cujo coração só não era maior que seu amor pela instituição com que serviu até o fim de sua vida. O mundo perdeu um grande homem”, disse outro. 

“Que tristeza. Grande profissional. Sempre disposto a ajudar”, lamentou outra. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM