fbpx
PUBLICIDADE

Polícia prende três pessoas envolvidas no incêndio do Parque do Juquery

Foto: Divulgação/Prefeitura de Franco da Rocha
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Operação ‘Balão Mágico’ deteve dois homens e uma mulher; fogo destruiu 53% da mata do parque

A Polícia Civil de Franco da Rocha prendeu, nesta quarta-feira (20), dois homens e uma mulher envolvidos no incêndio ocorrido no Parque Estadual do Juquery, em agosto deste ano.

Durante as investigações que teve a quebra de sigilos telefônicos e buscas domiciliares, e após o trabalho de campo, os agentes identificaram os três suspeitos.

Nesta quarta-feira (20), cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Nos locais, os policiais apreenderam roupas, artefatos, celulares e apetrechos para a fabricação de balões, além de animal silvestre, uma maritaca. 

Os três detidos foram indiciados por associação criminosa, crime contra o meio ambiente e manter ave silvestre em cativeiro. As investigações prosseguem, afirma a polícia.

Relembre o caso

O incêndio no parque ocorreu na manhã do dia 22 de agosto e teve duração de quatro dias, mobilizando mais de 300 pessoas entre integrantes do Corpo de Bombeiros, brigadistas e funcionários do parque no combate às chamas.

No período, equipes da PM Ambiental também apoiaram os trabalhos, em especial no resgate de animais vítimas do incêndio. Além disso, os fatos imediatamente passaram a ser investigados pela Polícia Civil.

Com o fim do incêndio, imagens de satélite mostraram que o fogo consumiu 53% da área da Unidade Conservação – um total de 1,175 hectares. O dado foi obtido por meio da comparação de imagens do local feitas no dia 20 de julho (antes da ocorrência) e no dia 24 de agosto (término do incêndio). As informações estão no relatório do Centro de Monitoramento da Coordenadoria de Fiscalização e Biodiversidade da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo – SIMA.

O Parque do Juquery reabriu para visitantes em 18 de setembro.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM