fbpx
PUBLICIDADE

Polícia Federal faz operação para combater fraudes em aposentadorias

Foto: Divulgação/PF
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Crime gerou prejuízo mensal aos cofres públicos de mais de R$ 110 mil

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta terça-feira (12), a Operação Embu-Guaçu, em São Paulo, com objetivo de combater a concessão fraudulenta de benefícios previdenciários. Foram cumpridos 2 mandados de busca e apreensão nas casas dos investigados.

As investigações contaram com a cooperação do Núcleo de Inteligência da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) do Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) e com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O caso teve origem após o recebimento de relatório do Núcleo de Inteligência do INSS apontando indícios de irregularidades na concessão de aposentadorias. Análises posteriores demonstraram que os investigados inseriam e validavam vínculos empregatícios fictícios no CNIS, através de empresas de fachada, com o objetivo de totalizar o tempo de contribuição necessário para a concessão dos benefícios.

Segundo a PF, foi constatado que 69 benefícios concedidos de forma fraudulenta estão ativos e seus pagamentos geram prejuízo mensal aos cofres públicos de mais de R$ 110 mil.

Os investigados poderão responder, dentre outros, pelos crimes de estelionato previdenciário (art. 171, §3°, do Código Penal) e uso de documento falso (art. 304 do Código Penal).

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM