fbpx
PUBLICIDADE

PF prende casal libanês por manter mulher em situação similar à escravidão em Guarulhos

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Vítima, de origem filipina, foi trazida do Líbano para Guarulhos e mantida em cárcere privado com retenção ilegal de seu passaporte e sem pagamento de salários

A Polícia Federal prendeu um casal de libaneses, nesta sexta-feira (28), por manter em situação similar à escravidão uma mulher filipina que foi trazida do Líbano para Guarulhos e mantida em cárcere privado com retenção ilegal de seu passaporte e sem pagamento de salários desde sua chegada ao Brasil em fevereiro de 2021

Segundo as investigações, a cidadã filipina foi trazida do Líbano e conseguiu contatar o Consulado Honorário do Líbano em São Paulo, relatando sua situação emergencial.

A PF diligentemente foi ao local, livrando a vítima da condição em que estava, prendendo em flagrante os autores do crime.

O casal de libaneses responderá pelo crime capitulado no art. 149 do Código Penal: reduzir alguém a condição análoga à de escravo, quer submetendo-o a trabalhos forçados ou a jornada exaustiva, quer sujeitando-o a condições degradantes de trabalho, quer restringindo, por qualquer meio, sua locomoção em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto, cuja pena é de reclusão, de dois a oito anos, e multa, além da pena correspondente à violência.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM