fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

PDT fecha as portas para Martello após ataques contra Nakashima e ao partido

Martello, presidente da Câmara Municipal
Foto: CMG
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Ex-presidente da Câmara quer ser candidato a prefeito, mas se tornou alvo de denúncia no comitê de ética por desrespeito ao estatuto do PDT

O diretório municipal do PDT decidiu fechar as portas para o vereador e ex-presidente da Câmara Fausto Miguel Martello após o parlamentar criticar e atacar a pré-candidatura do deputado estadual Márcio Nakashima a prefeito de Guarulhos e também proferir ofensas ao presidente da legenda em Guarulhos, o sindicalista Josinaldo José de Barros, o Cabeça.

No último sábado (20), o partido emitiu uma nota na qual afirma que Martello é alvo de uma denúncia sobre sua conduta que será submetida ao Conselho de Ética da legenda “para avaliação quanto a pertinência ou não dos fatos e provas recebidos”.

“Cabe ressaltar que as denúncias, supostamente graves, ferem o estatuto nacional do PDT e suscitam uma resposta aos demais filiados, bem como aos eleitores e a sociedade em geral”, diz trecho da nota.

No mesmo documento, o partido afirma que já não conta com Martello para as eleições de 2024 em seus quadros:

“Não obstante, o vereador Fausto Martello tem manifestado interna e externamente seu desejo de se desfiliar da legenda. Por não ter interesse em cerrar fileiras nas lutas e enfrentamentos postos para este e os próximos períodos, o Diretório Municipal, por seu turno, não contará com o nome de Martello e já não tem planos políticos para o mesmo em 2024”, conclui a nota.

Questionada sobre a decisão do PDT, a assessoria do vereador, dono da empresa Pau Pedra, afirmou que ainda não teve acesso às denúncias:

“Esclarecemos que, no momento, o vereador Martello não possui conhecimento integral do tema, o que impossibilita uma manifestação específica. Estamos empenhados em obter informações detalhadas e, assim que possível, prestaremos os devidos esclarecimentos. Agradecemos a compreensão”, afirmou a assessoria do político.

Em entrevista recente ao programa Radar de Notícias, o vereador foi questionado sobre seu desejo de ser candidato a prefeito da cidade e afirmou que o PDT estava dominado por apoiadores de Nakashima. Ele admitiu que mesmo em uma prévia deveria perder para o atual deputado.

Na entrevista, por várias vezes, Martello cita que Nakashima não tem intenção de ser prefeito e que duvida de sua eventual candidatura. Ele ainda diz que o atual presidente da legenda, que também é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, “não tem visão política” e nem “competência” para eleger um prefeito na cidade.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM