fbpx
Campanha Governo do Estado Doação de Órgãos
PUBLICIDADE

Patrulha Maria da Penha passa a atender 24h vítimas de violência doméstica

Foto: Fábio Nunes Teixeira/PMG
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Medida reforça fiscalização de mais de 200 medidas judiciais que protegem mulheres sob ameaça ou risco de morte

A Patrulha Maria da Penha, da Guarda Civil Municipal (GCM), de Guarulhos ampliou para 24 horas as rondas voltadas ao atendimento de mulheres em situação de violência doméstica. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (1º) pela prefeitura de Guarulhos.

“O remanejamento do quadro operacional da equipe irá reforçar a fiscalização de mais de 200 medidas judiciais que protegem mulheres sob ameaça ou risco de morte da aproximação de seus agressores por meio de monitoramentos no entorno de suas residências e de aconselhamento especializado”, diz comunicado.

A equipe noturna da Patrulha Maria da Penha atenderá todos os chamados referentes à violência doméstica e prestará apoio à Polícia Civil na verificação de boletins de ocorrência eletrônicos feitos por vítimas, conduzindo-as à delegacia para oitivas.

“Vale destacar que temos um protocolo específico para o atendimento noturno. Aliás, muitas mulheres tomam coragem para sair de suas casas e denunciar a agressão, mas não têm onde passar a noite. Nesses casos nossos guardas irão encaminhá-las à Casa de Passagem e Acolhimento Feminino até que passem por acompanhamento psicossocial e orientação jurídica da Casa das Rosas, Margaridas e Beths”, explicou a inspetora Darcy, gestora da equipe.

Visitas e prisões realizadas

Em quatro anos de existência a patrulha soma quase 10 mil visitas às mulheres inseridas no programa e já prendeu 28 homens por descumprimento da distância determinada pela Justiça.

Semanalmente a fiscalização percorre mais de 100 km por toda a cidade para impedir a recorrência de agressões.

Como denunciar

As denúncias podem ser feitas na Central de Atendimento à Mulher (180) ou para a GCM pelo telefone 153. Para acompanhamento psicossocial e orientação jurídica, contate o Centro de Referência de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência Doméstica em Guarulhos pelo telefone 2469-1001

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM