fbpx
PUBLICIDADE

Pandemia faz crescer comércio ambulante em Guarulhos

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Crise econômica faz população buscar novas fontes de renda

A pandemia do coronavírus gerou uma forte crise econômica, que traz grande dano às famílias brasileiras. O Novo Caged revela que, em Guarulhos, houve corte de 493 vagas de trabalho apenas no mês de março. Diante deste cenário, o comércio informal tem sido fonte de renda para várias pessoas.

Em depoimento à Folhapress, Paulo Henrique, 26 anos, contou que há um ano circula na região dos Pimentas vendendo ovos. Ele é um dos que comercializa 30 ovos extra brancos por R$ 12. Ele perdeu o emprego na pandemia e, além do auxílio emergencial, conta com a nova ocupação para sustentar a família. “No momento só tenho feito isso mesmo, pois não achei outro meio de ter uma renda”, disse.

A estudante de geografia Andrelina Santos, 23, é moradora da Vila Paraíso e vende mandioca, batata-doce, inhame, milho, coco e abóboras. À Folhapress, ela disse que precisou trabalhar mais na pandemia. “Sempre trabalhei com o comércio ao ar livre em feiras, mas, para manter meu rendimento, foi necessário fazer entregas e essa nova logística.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM