fbpx
PUBLICIDADE

Padrão de vida no Brasil deve ficar estagnado nos próximos 40 anos

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Projeção da OCDE prevê crescimento médio do PIB de 1,1% ao ano de 2020 a 2030, e 1,4% até 2060

O padrão de vida dos brasileiros deve ficar praticamente estagnado pelos próximos 40 anos, segundo projeção da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) divulgada nesta terça (19). 

O estudo aponta que o PIB (Produto Interno Bruto) deve ficar em 1,1% ao ano na década de 2020 a 2030, e em 1,4% entre os anos de 2030 e 2060.

A previsão entre os anos de 2030 e 2060 é que deve ocorrer uma queda de 0,2% na fatia da população economicamente ativa. No mesmo período, o potencial da taxa de ocupação no Brasil também deve cair 0,1%.

Esse resultado só não é pior que na Índia (-0,6%), mas praticamente empata com os desempenhos de Argentina e China durante o período avaliado.

A entidade estima que o crescimento real do PIB dos países e do G20 deve cair pela metade no pós-pandemia: de cerca de 3% para 1,5% em 2060.

Entre outos pontos ressaltados na projeção estão a importância de reformas estruturais para melhorar o cenário fiscal após a crise sanitária e as mudanças estruturais nos sistemas de previdência e no mercado de trabalho.

(com informações da Folha de S.Paulo)

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM