Error: Embedded data could not be displayed.
Error: Embedded data could not be displayed.
Error: Embedded data could not be displayed.
Error: Embedded data could not be displayed.

No dia do advogado, Márcio Nakashima critica OAB por manter registro de Mizael Bispo

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Márcio Nakashima
Foto: Reprodução/redes sociais/Márcio Nakashima
Error: Embedded data could not be displayed.

Advogado e ex-policial militar, Mizael foi condenado a 20 anos de prisão pela morte da ex-namorada Mércia Nakashima, irmã do deputado

O deputado estadual Márcio Nakashima (PDT) aproveitou o Dia do Advogado, comemorado nesta terça-feira, 11, para criticar a Ordem dos Advogados do Brasil do Estado de São Paulo (OAB-SP), em live nas suas redes sociais, por manter o registro profissional de Mizael Bispo.

Ex-policial militar e advogado, Bispo foi condenado a 20 anos de prisão pelo assassinato de sua ex-namorada Mércia Nakashima, em 2013, que era irmã do deputado. O caso teve repercussão nacional.

“Desde a morte da Mércia, dez anos se passaram, e a OAB nada fez. Se quer uma suspensão, uma advertência ao senhor, doutor, advogado, assassino homicida Mizael Bispo de Souza”, diz o deputado.

Durante o vídeo, Nakashima cita o código de ética da OAB, no qual o artigo primeiro diz que o exercício da advocacia exige conduta compatível com os preceitos deste Código, do Estatuto, do Regulamento Geral, dos Provimentos e com os demais princípios da moral individual, social e profissional.

“Que moral, esse cidadão, esse criminoso, que ainda está cumprindo pena, está preso, mas logo vai sair, porque vai passar, a pena acaba. Que moral ele tem? A OAB, até agora inerte, morosa, nada fez”, diz o deputado.

A OAB chegou a abrir um processo de punição contra bispo, que corre em segredo de Justiça, mas em uma rápida consulta no site da Ordem é possível verificar o registro de Mizael Bispo ativo.

Error: Embedded data could not be displayed.
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Veja também...

Error: Embedded data could not be displayed.
Error: Embedded data could not be displayed.