fbpx
PUBLICIDADE

“Não há dúvida de que há uma interferência do STF em todos os poderes”, diz Bolsonaro

Bolsonaro
Foto: reeprodução/CNN
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Em entrevista à CNN Brasil, presidente criticou a determinação para abertura de uma CPI contra a covid-19

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) criticou, em entrevista à CNN Brasil na noite de quinta-feira (8), as determinações do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre o fechamento de templos religiosos e a abertura de uma CPI (Comissão Especial de Inquérito) para investigar a condução da pandemia pelo governo federal.

“Não há dúvida de que há uma interferência do Supremo em todos os poderes”, disse Bolsonaro.

De acordo com o presidente, o momento é de união entre os poderes, e não caberia a abertura de uma CPI agora.

“Por que a CPI? é CPI para investigar as ações do governo federal. Por que não bota estadual e municipal? Nós fizemos a nossa parte. O Pazuello comprou vacinas no ano passado. […] Está na hora, em vez de ficar procurando responsáveis, unir o Supremo, o Executivo e o Legislativo na busca de soluções. Em que vai levar a abertura de uma possível CPI?”, questionou o presidente.

Sobre a proibição de cultos religiosos, Bolsonaro disse que as igrejas são seguras e defendeu protocolos de higiene pra que as celebrações religiosas continuassem a ocorrer.

“Quase que diariamente eu vejo suicídio, coisa que não existia com essa frequência. O que leva é a depressão: brigou em casa, faltou pão na mesa, vergonha de encarar os filhos. O cara quando está na dificuldade procura Deus, ele vai na igreja, no templo. O templo está fechado”, afirmou Bolsonaro.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM