PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Nakashima diz que nunca quis ser candidato a prefeito

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Márcio Nakashima
Foto: Reprodução/redes sociais/Márcio Nakashima

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Deputado estadual queria ser vice da empresária Fran Corrêa

O deputado estadual Márcio Nakashima (PDT) emitiu comunicado oficial, nesta sexta-feira (25), em que anuncia a desistência para a candidatura à Prefeitura de Guarulhos. Ele confirma que nunca quis disputar o cargo.

Nakashima desejava ser candidato a vice na chapa encabeçada pela empresária Fran Corrêa (PSDB), mas teve seus planos frustrados por resistência do Diretório Municipal do PDT, que insistia em sua candidatura.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) confirmou a candidatura de Nakashima hoje, mas o PDT vai retirar o nome dele para incluir a então vice, Sandra Santos, como prefeiturável.

Confira, abaixo, a nota de Nakashima:

“Após inúmeras reuniões com a direção do PDT cheguei à conclusão de que não serei o representante do partido nestas eleições, fato comunicado ao presidente interino da executiva municipal, Josinaldo Cabeça, no último dia 21/9.

Para minha surpresa, vi noticiado na imprensa hoje cedo que a minha candidatura havia sido registrada. Sem minha autorização e sem ao menos ser comunicado.

Agradeço às inúmeras mensagens de apoio vindas da população, de militantes e lideranças partidárias que viram em meu nome a oportunidade de escrever uma nova história neste município nas próximas eleições. A verdade é que, no meu íntimo, este nunca foi o real desejo deste momento.
 
Em 2018, assumi um compromisso com 38.081 pessoas de 577 municípios que a mim confiaram representá-las na Assembleia Legislativa de São Paulo, cujo mandato venho cumprindo sem medir esforços. Neste um ano e meio de trabalho apresentei 27 Projetos de Lei, tive votação decisiva em pautas importantes, venho lutando contra medidas que considero nefastas ao povo, fiscalizando e denunciando todas as supostas irregularidades. Exercendo o meu dever constitucional. Sem amarras. Sem medo.
 
Senti-me honrado ao ver o peso competitivo do meu nome perante à sociedade guarulhense, mas não posso me furtar ao compromisso outrora assumido com a população paulista.
 
Avaliei profundamente todas as questões que envolvem um processo eleitoral desta magnitude, já prejudicado por um período de pandemia em que o curto espaço de tempo aliado às discordâncias juntos ao diretório municipal de Guarulhos são obstáculos quase intransponíveis. E não irei improvisar.

Após muito refletir, cheguei à conclusão de forma ética, sem ferir os princípios ideológicos de não assumir uma disputa neste momento.
 
Tomo essa decisão em respeito à minha história, ao meu partido e, principalmente ao povo que a mim confiou o mandato de deputado estadual.”
 

PUBLICIDADE

Previous
Next

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Error: Embedded data could not be displayed.
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM