fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mães da Favela: projeto quer arrecadar R$ 100 milhões em alimentos

Representantes da CUFA fizeram vistoria no Ninho do Corvo (Foto: Divulgação/Flamengo)
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Flamengo e Guarulhos GRU embarcaram na campanha

Os dois times de futebol que representam a cidade, Flamengo e Guarulhos GRU, irão participar do Projeto Mães da Favela Futebol Clube, organizado pela CUFA (Central Única das Favelas). Ambos vão apoiar a ação social e o Estádio Antônio Soares de Oliveira, no Jardim Tranquilidade, será sede para recebimento das doações de alimentos.

A meta é bater, na soma de todo o projeto, R$ 100 milhões em doações de alimentos, em apenas uma semana – de 21 a 27 de junho. Participam da ação diversos times do país, como Corinthians, Santos, Flamengo, Fluminense, Ponte Preta, Bahia, Vitória, América-MG, Fortaleza, Ceará, entre outros.

De acordo com o diretor de marketing do Flamengo, Lucas Bricker, é uma honra para o clube participar do Mães da Favela. “O Flamengo não poderia deixar de participar e ser sede pra receber as doações. Não voltamos a ter jogos ainda, então o que o clube puder fazer para ajudar quem precisa, ele vai fazer. Não entra escudo, é uma união de instituições”, falou ao GRU Diário.

Já Ricardo Agea, presidente do Guarulhos GRU, disse que movimentará as redes sociais do clube para que os amantes do futebol e os torcedores do time contribuam com a ação. “A CUFA tem um trabalho muito sério. Vamos nos ajuntar, divulgar e apoiar este projeto, estamos orgulhosos do convite e de fazer parte deste movimento”, concluiu.

Serviço

Mães da Favela Futebol Clube em Guarulhos

Estádio Antônio Soares de Olivera

R. Francisco Foot, S/N – Jardim Tranquilidade, Guarulhos

De 21 a 27 de junho

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM