PUBLICIDADE

Lula vota em São Bernardo, critica Bolsonaro e se mostra confiante com as candidaturas do PT

Error: Embedded data could not be displayed.
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Foto: Ricardo Stuckert

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.
Error: Embedded data could not be displayed.

Presidente brincou com uso de álcool gel:  “perdi até o dedo”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva votou na manhã deste domingo (15) em uma escola em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Cercado por apoiadores, Lula falou sobre a expectativa de o PT vencer em algumas prefeituras do país e se mostrou confiante. 

“Nós vamos ganhar muitas cidades, recuperar muitas que tínhamos perdido e ganhar cidades novas”, afirmou o petista. 

Em Guarulhos, o petista Elói Pietá tem 33% das intenções de voto no primeiro turno seguido de Guti (PSD), com 31%, os dois estão tecnicamente empatados, de acordo com a pesquisa divulgada pela CNN Brasil, na última quinta-feira (12), realizada pelo Instituto Real Time. 

Sobre um possível apoio do PT ao candidato a prefeito de São Paulo, Guilherme Boulos, do PSOL, Lula afirmou que as “pessoas são livres para escolher os candidatos”, se referindo a uma ala do partido que defendia que o PT não deveria ter candidatura própria para apoiar Boulos. 

A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, chegou a se reunir com Jilmar Tatto, candidato a prefeito pelo PT em São Paulo, para uma tentativa de que ele abrisse mão da eleição e apoiasse Boulos. Tatto decidiu não retirar a candidatura. 

Na pesquisa do DataFolha divulgada neste sábado (14), Boulos está em segundo lugar com 17% da intenção de votos. O atual prefeito Bruno Covas (PSDB) tem 37% das intenções de voto. O candidato petista aparece com 6% empatado com Arthur do Val (Patriotas)

Lula não deixou de criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao falar sobre a campanha do PT nessas eleições em todo o país, afirmando que o Brasil vive o pior momento político da história.

“Bolsonaro foi o maior desastre político na história desse país. Ele destrói hábitos, costumes e cultura. Somente os milicianos deles, os fanáticos podem achar que Bolsonaro faz alguma coisa útil nesse país”, afirmou.  

Questionado por jornalistas sobre a aproximação com Ciro Gomes e possível aliança para disputar a presidência em 2022, Lula disse que teve uma “conversa civilizada”, mas não terão uma chapa única. “Quando chegar 2022, o PT tem muitos candidatos, disse.

“Nós precisamos é adotar uma política de respeito mútuo entre os partidos, entre as pessoas do partido, para que a gente possa trabalhar de forma que um candidato progressista de esquerda possa ganhar as eleições de 2022”, reforçou.

Ao sair da entrevista, Lula colocou a máscara e brincou com o uso de álcool gel ”De tanto passar [álcool] gel, perdi até o dedo”. 

Lula em entrevista com jornalistas na escola onde vota em São Bernardo do Campo (Foto: Ricardo Stuckert)

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE