fbpx
PUBLICIDADE

Lula é eleito presidente do Brasil na eleição mais acirrada da história do País

Lula beija apoiadora
Foto: Ricardo Stuckert/Reprodução/Facebook
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Vantagem do ex-presidente petista contra Bolsonaro caiu de 6 milhões para 2 milhões no 2º turno

O ex-presidente Lula (PT) foi eleito presidente do Brasil neste domingo (30), na eleição mais apertada desde o regime democrático brasileiro.

Com 98,81% das urnas apuradas, já não é mais possível que Bolsonaro consiga reverter a situação.

O petista obteve 50,83% (59.563.912 votos) contra 49,17% (57.627.462 votos) de Bolsonaro no momento da definição feita pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O atual presidente reduziu drasticamente a diferença contra o petista, que foi de mais de 6 milhões de votos no primeiro turno para 2 milhões no segundo turno.

Bolsonaro conseguiu diminuir a vantagem de Lula em Minas Gerais, mas viu Lula passar à frente novamente no final da apuração. Dois tabus foram mantidos: o vencedor em Minas Gerais foi eleito presidente e o vencedor do primeiro turno segue como o vencedor do segundo turno.

Lula retorna ao poder depois de ter sido preso durante a operação Lava Jato e de um encolhimento do PT no País por causa do antipetismo.

Assim como em outras eleições, Lula se saiu vitorioso em todos os estados do Nordeste, com ampla vantagem de votos.

À frente do governo federal, entretanto, Lula terá um congresso, em sua maioria, formado por bolsonaristas. Somente o PL, de Bolsonaro, tem quase 100 deputados.

Antes da disputa entre Lula e Bolsonaro, o resultado mais disputado pela Presidência no segundo turno ocorreu em 2014, quando Dilma Rousseff derrotou Aécio Neves com 51,64% (54.501.118 votos) contra 48,36% (51.041.155) do tucano.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM