fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Lula diz que prioridade para pessoas com deficiência é saúde, educação e trabalho

Foto: Ricardo Stuckert
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Encontro aconteceu com lideranças de movimentos que atuam em defesa dos direitos das pessoas com deficiência

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou nesta quarta-fera (21) de um encontro com lideranças de movimentos que atuam em defesa dos direitos das pessoas com deficiência (PCD), no Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência.

Lula disse em seu discurso que os avanços obtidos para a garantia de direitos a pessoas com deficiência é resultado da participação dessa população nas conferências nacionais e estaduais e da coragem que eles tiveram de debater e exigir que os governos adotassem políticas públicas. 

“Se o poder público assume a sua responsabilidade, tudo fica mais fácil. As coisas que nós fizemos, não é obra só do governo Lula, isso é obra da coragem que vocês tiveram de participar das conferências municipais, das conferências estaduais, da Conferência Nacional e de exigir que o governo adotasse como política”, disse.

O petista afirma que o objetivo de um governo dele e de Geraldo Alckmin é garantir novas metas para criar um Brasil inclusivo e acessível. Entre as prioridades, afirmou Lula, estão assegurar saúde, educação, cultura, esporte, e inserção no mundo do trabalho das pessoas com deficiência e de suas famílias.

“Nossos direitos estão sendo retirados. Quando Lula era presidente eu consegui fazer faculdade por causa de um projeto dele. E é importante que nós continuemos tendo esse direito. A gente não pode ser esquecido. Nós temos várias pautas importantes que foram inviabilizadas no governo atual. Então eu espero que a gente possa reconstruir o Brasil para ser feliz de novo. O que a gente pede é o mínimo, ser feliz outra vez”, disse Jorge Suede, presidente da Associação Nacional dos Surdos.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM