PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Lamborghini apreendida em operação será utilizada como viatura pela Polícia Federal

Lamborguini Polícia Federal
Foto: divulgação/Polícia Federal
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Veículo pertencia ao “Rei do Bitcoin”, preso na operação Daemon

A Polícia Federal do Paraná vai utilizar uma Lamborghini Gallardo, avaliada em R$ 800 mil, como uma viatura. O veículo pertencia a Cláudio José de Oliveira, conhecido como “Rei do Bitcoin”, que foi preso na Operação Daemon e virou réu por estelionato, organização criminosa e crimes financeiros.

Entretanto, o veículo será utilizado apenas em ações especiais e fora do dia a dia tradicional da Polícia Federal.

“Apesar da potência, o veículo não será utilizado nas ações rotineiras da PF como viatura comum, mas sim direcionado para exposições, eventos e ações pedagógicas de repressão ao crime organizado e descapitalização de bens das organizações criminosas”, disse a assessoria da PF em comunicado.

Após as ações previstas pela PF, o veículo deverá retornar ao Poder Judiciário, que fará um leilão, ainda sem data marcada.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE