fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Lamborghini apreendida em operação será utilizada como viatura pela Polícia Federal

Lamborguini Polícia Federal
Foto: divulgação/Polícia Federal
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Veículo pertencia ao “Rei do Bitcoin”, preso na operação Daemon

A Polícia Federal do Paraná vai utilizar uma Lamborghini Gallardo, avaliada em R$ 800 mil, como uma viatura. O veículo pertencia a Cláudio José de Oliveira, conhecido como “Rei do Bitcoin”, que foi preso na Operação Daemon e virou réu por estelionato, organização criminosa e crimes financeiros.

Entretanto, o veículo será utilizado apenas em ações especiais e fora do dia a dia tradicional da Polícia Federal.

“Apesar da potência, o veículo não será utilizado nas ações rotineiras da PF como viatura comum, mas sim direcionado para exposições, eventos e ações pedagógicas de repressão ao crime organizado e descapitalização de bens das organizações criminosas”, disse a assessoria da PF em comunicado.

Após as ações previstas pela PF, o veículo deverá retornar ao Poder Judiciário, que fará um leilão, ainda sem data marcada.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM