PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Justiça investiga cobrança ilegal de R$ 14,5 mil da EDP contra consumidor de Guarulhos

EDP Guarulhos
Foto: Eurico Cruz
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Defensoria Pública quer impedir corte de energia de guarulhense

A EDP São Paulo é alvo de ação judicial, impetrada pela Defensoria Pública, por suposta cobrança ilegal de R$ 14.542,68 na conta de energia elétrica do consumidor José Severino dos Santos, conforme consta no processo que tramita na 5ª Vara Cível, no Fórum de Guarulhos.


A distribuidora de energia elétrica de Guarulhos é acusada de cobranças irregulares. Em fevereiro de 2018, a vítima recebeu a conta no valor de R$ 2.207,95, que é incompatível com o consumo mensal da família. Em novembro do mesmo ano, a EDP trocou o relógio medidor na residência de Santos, contudo, as cobranças indevidas continuavam.

A situação piorou quando, no dia 14 do mês passado, recebeu cobrança da EDP no valor de R$ 10.522,58, com ameaça de suspensão do fornecimento de energia elétrica. O cliente levou o caso para a Defensoria Pública, que ingressou com pedido de tutela antecipada para impedir o corte de luz.

Em decisão na segunda-feira (5), a 5ª Vara Cível determinou a suspensão do débito até a conclusão do processo, além de ter proibido a EDP de cortar o fornecimento de energia ou incluir o nome do consumidor nos órgãos de restrição de crédito.

Em nota, a EDP informou que ainda não foi citada para apresentar defesa, mas que irá se manifestar no processo judicial. A distribuidora de energia garante que respeita a legislação brasileira.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE

VEJA TAMBÉM