fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Jovem gamer de 19 anos é morta a facadas em emboscada armada por outro jogador

Foto: Reprodução/Instagram
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Assassino filmou o crime e publicou na internet 

A jogadora de videogame Ingrid Oliveira Bueno da Silva, de 19 anos, foi morta nesta segunda-feira (23) com facadas e golpes de espada. 

O crime foi praticado por outro jogador de game, Guilherme Alves Costa, 18 anos, que armou um encontro em sua casa, em Pirituba, para jogarem juntos. Ele filmou o corpo da jovem em seu quarto após o assassinato e publicou nas redes sociais.

O corpo foi encontrado pelo irmão do assassino em seu quarto. Os familiares contaram que não ouviram gritos de socorro nem qualquer movimentação que pudessem gerar desconfiança. Guilherme chegou a fugir, mas foi detido.

A jovem, chamada de Sol, era jogadora de Call of Duty Mobile e conheceu Guilherme pela internet há cerca de um mês. Sol era jogadora profissional e integrante da equipe FBI E-sports participando de campeonatos de videogame. 

Jovem gamer de 19 anos é morta a facadas em emboscada armada por outro jogador
Sol era jogadora profissional (Foto: Reprodução)

Em vídeo publicado pelo portal R7, Guilherme confessa o crime e afirma que havia planejado há duas semanas. “Eu quis. Quis fazer isso. Meu objetivo era ficar com a moça e matar”. contou no vídeo ao ser questionado pela polícia sobre a motivação do crime. Ele ainda afirma que algumas respostas estariam em um livro que escreveu.

Jovem gamer de 19 anos é morta a facadas em emboscada armada por outro jogador
Guilherme é preso após tentar fuga (Foto: Reprodução)

“O filho que eu criei não foi esse, não foi. Todo mundo gostava dele. Nunca percebi nada assim nele. Foi um choque para mim”, disse a mãe de Guilherme. 

O caso foi registrado na 87ª Delegacia de Polícia como homicídio qualificado 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM