fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Irmãs que tentaram embarcar no GRU Airport com cocaína no estômago são soltas

Polícia Federal no Aeroporto de Guarulhos
Foto: PF
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Jovens estavam internadas no Hospital Geral de Guarulhos

Nesta sexta-feira (2), o juiz Alexey Süüsmann Pere, da 2ª Vara Federal de Guarulhos, concedeu liberdade provisória para as irmãs Agatha da Silva Castro, 24 anos, e Ingrid da Silva Castro, 23, que foram presas por tentar embarcar no Aeroporto Internacional de Guarulhos, com destino à França, com cocaína no estômago.

As duas estavam internadas no Hospital Geral de Guarulhos, no Parque Cecap. A reportagem não localizou a defesa das suspeitas.

Para ficarem em liberdade, elas precisaram pagar fianças. O juiz considerou alguns argumentos para decidir soltá-las, como a inexistência de antecedentes criminais, ambas terem residência fixa e a quantidade de drogas apreendidas é inferior ao que é normalmente encontrado no GRU Airport.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM