fbpx
PUBLICIDADE

Homem é detido por importunação sexual em ônibus após ser reconhecido por vítima

ônibus máscaras
Foto: Márcio Lino/PMG
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Mulher contou que agressor sentou ao seu lado no ônibus e colocou o órgão genital para fora

Um homem foi detido e encaminhado ao 1º Distrito Policial de Guarulhos, no Centro, por importunação sexual no transporte coletivo. A detenção ocorreu depois que uma vítima, que já havia denunciado o rapaz nas redes sociais, o reconheceu na manhã desta quarta-feira, 17, quando estava no caminho ao trabalho.

De acordo com o relato da vítima, na tarde de terça-feira, 16, quando retornava do trabalho e estava no ônibus, um homem saiu de um dos bancos de trás e sentou do lado dela. “Achei estranho que ele saiu do fundo para sentar ao meu lado, já fiquei atenta… foi o tempo de eu responder meu namorado no celular e não prestar atenção no tal do cafajeste. Quando olhei de canto ele estava com o pênis para fora e acariciando olhando para mim”, relatou a vítima.

“Fui correndo para trás do ônibus e sentei ao lado de uma moça, pedi a ela para que fingisse ser minha amiga. Eu estava tão nervosa, que eu não conseguia falar para ela o que havia acontecido, só sabia chorar, meu coração parecia que ia sair pela boca… e então o pilantra levantou do banco, a todo momento olhando para mim, e desceu no PONTO DE ÔNIBUS PRÓXIMO AO EXTRA ONDE NA ESQUINA TEM UM LIQUIGÁS”, afirmou a vítima em suas redes sociais.

A mesma vítima relatou que, na manhã desta quarta, “estava chegando no serviço e ele estava me esperando. Reconheci o safado. Estou agora mesmo no carro da polícia e o safado no camburão”.

Segundo a vítima, o rapaz já era procurado por outras ocorrências do mesmo crime, pois aparece em vídeos que registram a importunação sexual. “Mulheres que alegam ter passado a mesma coisa, é esse homem mesmo. Aqui na delegacia tem vários vídeos dele e estavam atrás dele há tempos”, publicou a vítima.

A reportagem entrou em contato com o 1 Distrito Policial, que confirmou o caso. A reportagem busca agora mais informações com a Secretaria de Segurança Pública e assim que obtiver retorno atualizará esta matéria.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM