fbpx
PUBLICIDADE

Hacker diz à CNN que Lava Jato queria prender Gilmar Mendes e Tofolli

Delgatti
Foto: Reprodução
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Entrevista foi ao ar neste domingo (20)

O hacker Walter Delgatti Neto, responsável por invadir o celular de autoridades como ex-ministro da Justiça Sergio Moro e repassá-las ao The Intercept Brasil, afirmou à CNN Brasil que a operação Lava Jato queria prender os ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli, do STF (Supremo Tribunal Federal).

“Eles queriam. Eu não acho, eles queriam. Inclusive Gilmar Mendes e Dias Toffoli. Eles tentavam de tudo pra conseguir chegar ao Gilmar Mendes e ao Toffoli, eles tentaram falar que o Toffoli tentou reformar o apartamento e queria que a OAS delatasse o Toffoli, eles quebraram o sigilo do Gilmar Mendes na Suíça, do cartão de crédito, da conta bancária dele, eles odiavam o Gilmar Mendes, falavam mal do Gilmar Mendes o tempo todo”, disse o hacker.

As matérias publicadas pelo Intercept ficaram conhecidas como Vaza Jato. O hacker de Araraquara, como ficou conhecido, foi detido por ter invadido a conta do Telegram (aplicativo de mensagens) de diversas autoridades.

Delgatti afirmou na mesma entrevista que nunca recebeu dinheiro pelas mensagens que repassou a Glen Greenwald, jornalista que à época estava no Intercept e era responsável por coordenar as matérias da Vaza Jato.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM