fbpx
PUBLICIDADE

Guarulhos promove o 15º Encontro dos Povos Indígenas

INDÍGENAS KAIMBÉ
Foto: Aline Moraes/divulgação
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Evento acontecerá de 19 a 21 de agosto no Espaço Multiétnico Filhos desta Terra, no Cabuçu

A Prefeitura de Guarulhos promove o 15º Encontro dos Povos Indígenas, de 19 a 21 de agosto, no Espaço Multiétnico Filhos desta Terra, no Cabuçu (há duas entradas: avenida Benjamin Harris Hunnicutt, 4.112, e rua Onze, em frente ao nº 36). No domingo (21), a partir das 12h, acontece a Feira dos Povos Indígenas com apresentações culturais, venda de produtos artesanais e medicinais no Bosque Maia (avenida Paulo Faccini, s/nº). A programação é aberta à população.

Entre as diversas atividades programadas estão rodas de conversa, apresentação de cantos e danças indígenas, exposição e venda de artesanatos e comidas típicas, além da realização do Toré, o ritual sagrado que celebra a amizade entre aldeias distintas e realça o sentimento de grupo e de nação.

A iniciativa visa a promover a cultura indígena da população que reside no município, é coordenada pela Subsecretaria da Igualdade Racial (SIR), integrante da Secretaria de Direitos Humanos, em parceria com demais pastas e ocorre anualmente.

Em Guarulhos, segundo o censo de 2010, vive uma população de 1.434 indígenas distribuídos por todo o território do município em 14 povos: Pankararé, Pankararú, Wassu Cocal, Tupi, Kaimbé, Guarani, Geripanko, Guajajara, Xavante, Pataxó, Tupinambá de Olivença, Xucuru, Terena e Tabajara.

Dia Internacional dos Povos Indígenas

Nesta terça-feira (9) foi comemorado o Dia Internacional dos Povos Indígenas, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1994 para homenagear e reconhecer as tradições dessa população e promover a conscientização sobre a inclusão dos povos originários na sociedade, alertando sobre direitos e reafirmando as garantias previstas na Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas.

De acordo com dados do IBGE, o Brasil tem uma população de quase 900 mil indígenas de 305 etnias, que falam 274 línguas. As comunidades dos povos originários estão presentes nas cinco regiões do Brasil, com maior concentração de indivíduos na região Norte, com quase 306 mil indígenas.

Em Guarulhos, cabe à administração municipal, por meio da Subsecretaria da Igualdade Racial, garantir os direitos desses povos e a necessidade de reforçar a identidade do povo indígena na história e na cultura brasileira. Desta forma, realiza constantemente diversas atividades, como rodas de conversas com lideranças indígenas, para encaminhamentos das demandas apresentadas por seus representantes.

Para reafirmar esse compromisso foi instituído o Grupo de Trabalho dos Povos Indígenas no município, composto por diversas secretarias municipais, que visa a acompanhar as questões específicas dos povos indígenas e a execução de ações na defesa de seus direitos e interesses.

Entre as medidas adotadas pela Prefeitura estão a instituição das UBS Cabuçu e Soberana e do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Acácio como unidades de referência para o atendimento dos indígenas para garantir a essa população o acesso integral à saúde, conforme os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Sistema Único da Assistência Social (Suas), contemplando a diversidade sociocultural, oferecendo escuta e atendimento qualificados, reconhecendo a história, valorizando a tradição e o respeito aos costumes das etnias. Outra ação de destaque foi o município ter sido um dos primeiros a vacinar indígenas não aldeados contra a covid -19.

Programação do 15º Encontro dos Povos Indígenas em Guarulhos

19 de agosto (sexta-feira)

Local: Espaço Multiétnico Filhos Desta Terra,no bairro do Cabuçu (avenida Benjamin Harris Hunnicutt, 4.112, e rua Onze, em frente ao nº36)

  • Durante o dia haverá a recepção dos indígenas do Estado de São Paulo e de convidados e apresentação da aldeia
  • 18h – Cerimônia de abertura na Oca Multiétnica Principal e em seguida um momento de oração com uma roda de cantorias e dança

20 de agosto (sábado)

Local: Espaço Multiétnico Filhos Desta Terra

8h – Recepção dos convidados

10h – Encontro na Oca Multiétnica Principal para início das atividades do dia

  • Acolhimento dos convidados (indígenas e não indígenas)
  • Roda de conversa “Dos encontros, lutas e resistência dos povos indígenas”, com Awá Kuaray Wera (Tupi) na Oca principal
  • Apresentação de canto e dança indígena da Aldeia Multiétnica Filhos Desta Terra
  • Participação do subsecretário da Igualdade Racial de Guarulhos, Anderson Guimarães
  • Apresentação de canto e dança indígena da reserva

12h – Almoço e venda de comidas típicas na cozinha comunitária da oca principal

13h – Roda de conversa“A juventude tá on! Educação e cultura”, com Mateus Werá (Mbya Guarani). Mediação: Beatriz Pankararu, no Espaço Pankararu

13h30 – Apresentação de canto e dança indígena (Mbya Guarani)

14h – Roda de conversa“A juventude tá on! Saúde e moradia”, com o Conselho Indigenista Missionário (Cimi). Mediação Beatriz Pankararu, no EspaçoPankararu

14h30 – Apresentação de canto e dança indígena (Pankararu)

15h – Fala Parente! (roda de conversa) com Zé Dantas, representante do povo Kaimbé na Reserva, no Espaço Kaimbé

  • Apresentação do povo Kaimbé

15h30 – Fala Parente! (roda de conversa), com o cacique Alaíde Pankararé, no Terreiro Multiétnico

  • Apresentação do Povo Pankararé

16h – Fala Parente! (roda de conversa), com Ybyrassu Máximo Wassu, no Terreiro Multiétnico

  • Apresentação do povo Wassu Cocal

16h30 – Exposição e venda de artesanatos

  • Pausa para socialização entre parentes e convidados

17h – Encontro na oca principal para encerramento das atividades do dia

21 de agosto (domingo)

Pela manhã – Local: Aldeia Multiétnica Filhos Desta Terra – rodas de conversa na oca principal

Local: Bosque Maia (avenida Paulo Faccini, s/nº – Centro)

13h – Roda de conversa “Dos encontros, lutas e resistência dos povos indígenas”, com Awá Kuaray Wera (Tupi)

14h – Roda de conversa “A juventude tá on!”, com Mateus Werá (Mbya Guarani)

  • Apresentação com o povo Mbya Guarani

15h – Roda de conversa “A juventude tá on”, com Beatriz Pankararu, Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e convidados

  • Apresentação com o povo Pankararu

16h –“Fala, Parente!” (roda de conversa), com Kamuny Kariri Xocóe Akanawá Xucuru

  • Apresentação com o povo Kariri Xocó e Xucuru Kariri

16h30 -“Fala, Parente!” (roda de conversa), com Ybyrassu Máximo Wassu

  • Apresentação com o povo Wassu

17h – “Fala, Parente!” (roda de conversa), com o povo Pankararé

  • Apresentação com o povo Pankararé

17h30 – “Fala, Parente!” (roda de conversa), com o povo Kaimbé

  • Apresentação com o povo Kaimbé

18h – Encerramento com os povos indígenas

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM