PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Guarulhos inicia imunização com vacinas AstraZeneca nesta terça (26) no HMU

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Cirurgião Marcelo Rodrigues dos Santos recebeu a primeira dose da AstraZeneca (Foto: Divulgação/PMG)

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Segunda dose será aplicada daqui a três meses .

Guarulhos recebeu na tarde desta terça-feira (26) o primeiro lote com 10.520 doses da vacina AstraZeneca e já começou a imunizar novos profissionais de saúde que atuam em hospitais, UPAs e serviços de pronto-atendimento. A imunização teve início no HMU (Hospital Municipal de Urgências) por volta das 16h30 desta terça-feira.

O primeiro profissional de saúde vacinado em Guarulhos com a dose da AstraZeneca foi o cirurgião buco-maxilar Marcelo Rodrigues dos Santos, de 39 anos, que atua no Hospital Municipal de Urgências (HMU).

O prefeito Guti foi conferir de perto os imunobiológicos, junto com o secretário da Saúde, José Mario Stranghetti Clemente​, e disse que o início da campanha na cidade é um grande passo para que possamos ficar livres do novo coronavírus.

Marcelo Rodrigues dos Santos, do HMU (Foto: Divulgação/PMG)

Diferentemente das doses da Coronavac recebidas, em que houve necessidade de reservar metade das 13.680 vacinas recebidas para garantir, daqui a duas ou três semanas, a aplicação da segunda dose no público imunizado, os imunobiológicos da AstraZeneca serão utilizados em sua totalidade, uma vez que a reaplicação deles só deverá ocorrer em três meses. “Temos certeza de que durante esse período receberemos mais vacina para completar o esquema“, explicou Guti.

O prefeito falou também que com essas vacinas da AstraZeneca, mais as doses da Coronavac que Guarulhos recebeu na semana passada, será possível finalizar a imunização dos profissionais de todos os hospitais públicos, UPAs e PAs.

“Primeiramente, começamos com os trabalhadores de maior risco e que estão no front da batalha contra o coronavírus. Nos próximos carregamentos, vamos ampliar para os profissionais das UBS. Estamos também vacinando as pessoas dos hospitais privados, para que a gente consiga imunizar o mais rápido possível aqueles que estão na linha de frente, salvando vidas”, disse.

Depois que forem vacinados todos os profissionais da área de saúde, terá início a imunização da população idosa.

“A outra boa notícia é que já está na área de despacho do Aeroporto Internacional de São Paulo uma enorme quantidade do insumo farmacêutico ativo (IFA), que é a matéria-prima para a produção de milhões de vacinas pelo Instituto Butantan. E aí a gente vai conseguir imunizar a população de maneira geral, começando por aqueles de 75 anos ou mais, de acordo com o Plano Nacional de Imunização”, explicou Guti.

Até lá, a população deverá observar rigorosamente as medidas protetivas, lembrou o secretário da Saúde.

“Não podemos relaxar de jeito nenhum. A vacinação é o início da solução, mas temos muito ainda a caminhar. É fundamental que mantenhamos as máscaras, o distanciamento social, evitemos ir a festas e às praias sem máscara. A pandemia está longe de acabar. Hoje, 25% dos internados em leitos hospitalares da cidade são pessoas entre 30 e 55 anos”, destacou.

PUBLICIDADE

Previous
Next

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Error: Embedded data could not be displayed.
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM