PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Guarulhos fecha o 1º semestre com saldo positivo de 3,7 mil postos de trabalho

Foto: Arquivo/Agência Brasil
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Presidentes de entidades que representam empresários acreditam em retomada do mercado de trabalho

Mesmo com os fortes impactos econômicos gerados pela pandemia, com restrição ao horário de funcionamento e a capacidade de atendimento, a cidade de Guarulhos encerrou o primeiro semestre deste ano com um saldo positivo de 3.680 novos postos de trabalhos.

Os dados fazem parte do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) referente ao mês de junho, mas divulgado somente neste mês.

Durante este período, de janeiro a junho deste ano, apenas os meses de março e abril registraram mais demissões do que contratações. Se consideramos o acumulado dos últimos meses, o saldo positivo sobre para mais de 21 mil novos postos de trabalhos.

De acordo com Silvio Alves, presidente da ACE (Associação Comercial e Empresarial) de Guarulhos, o cenário é de otimismo.

“Os dados do Caged representam uma recuperação do mercado de trabalho. É claro que ainda é pouco perto do que se perdeu de emprego durante a pandemia, mas os números mostram um respiro importante da economia. A ACE-Guarulhos espera que isso permaneça, com o avanço da vacinação e a redução do número de casos e mortes causadas pela Covid-19”, disse Alves

Para o diretor do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) de Guarulhos, a pandemia faz com que os acontecimentos estão dificultando as tendências.

“Quando se esperava a recuperação e crescimento do setor automotivo, a falta de semicondutores gerou a parada de montadoras, porém, o mercado continua comprador. Agora temos alta da inflamação e com ela a preocupação com aumentos e possibilidade de queda no consumo. O crescimento indicado pelo Caged é pequeno perto do que há represado, mas devemos ser positivos pois, ano passado, Guarulhos teve um crescimento na contratação significativa nesse período, sendo setembro e outubro os melhores meses do ano. Se analisarmos o relatório, Guarulhos segue a tendência do Estado e houve impacto significativo nas contratações da indústria de transformação”, argumentou Colin.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE