fbpx
PUBLICIDADE

Guarulhense Fernanda Arantes se destaca na comédia stand-up

Foto: Thiago Naia
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Atriz e humorista está em cartaz com o seu show solo “Virando a chave”

Engraçada, dinâmica e talentosa. Assim é Fernanda Arantes, atriz e humorista, que já rodou as principais casas de comédia do Brasil com peças stand-ups e, hoje, frente à pandemia da covid-19, que vem reconfigurando o cenário artístico em função do combate à disseminação do vírus, a artista vem garantindo boas risadas e aplausos do público através da internet.

Com mais de 220 mil seguidores no Tik Tok e quase 40 mil no Instagram, a artista participou recentemente do programa ‘Simples Assim’, comandado por Angélica, na Rede Globo, e contou um pouco da sua história e sobre a sua paixão pela comédia.

Em cartaz, atualmente, com o “Virando a chave”, seu show solo, Fernanda, que integra inúmeros elencos e já esteve esbanjando talento pelas grandes casas de humor do país, como ‘Comedians’, ‘Clube do Minhoca’, ‘Hilarius’, ‘Interiorano’, entre outras, se apresenta contando piadas autorais sobre questões que precisou mudar em sua vida: machismo, casamento, saída da casa dos pais e mudança de carreira. 

Rompendo barreiras e mostrando que as mulheres também podem fazer comédia, a multifacetada, de 28 anos, nasceu em Guarulhos, município situado na região metropolitana do estado de São Paulo, e é uma das alunas da Escola de Atores Wolf Maya. E, além, de fazer rir, a talentosa também é formada em medicina veterinária, apesar de não atuar mais na área e trabalhar com o humor há três anos. 

E foi através de um conflito pessoal que Fernanda percebeu sua aptidão e se descobriu na arte de fazer rir. “A comédia faz parte da minha vida desde sempre e sempre amei atuar. Minha mãe tinha depressão desde que eu era pequena, então, fazê-la sorrir era a melhor sensação do mundo”, revela a jovem que já dividiu o palco com nomes como Bruna Louise, Afonso Padilha e Thiago Ventura. 

De acordo com a artista, por meio da comédia ela pretende mostrar também diversas óticas, desde temas sensíveis a temas do cotidiano sob visões diversas. “Ser humorista é aquele famoso paradoxo: ando pelo mundo divertindo gente e chorando ao telefone. O nosso trabalho é fazer rir, mesmo em meio ao caos. Principalmente nesse momento que estamos vivendo, ser humorista significa resistir. E ser humorista e mulher com certeza é um grande desafio”, ressaltou. E completa dizendo: “A sociedade não está acostumada com as mulheres sendo protagonistas das piadas ou as criadoras do ponto de vista, então, desde a plateia, o meio e os contratantes, existe uma certa estranheza ao verem uma mulher humorista”. 

Levando um pouco mais de graça às pessoas diante de tempos difíceis, os profissionais da comédia vêm incansavelmente durante a pandemia do novo coronavírus se desdobrando. Diante do cenário delicado decorrente da crise sanitária, esses artistas são indispensáveis por proporcionarem, mesmo que virtualmente, um momento de alívio para o público. Não sendo diferente para a Fernanda Arantes, que nos palcos ou através das redes sociais, tanto vem evidenciando o que o humor significa em sua vida: “Tudo. O caminho. O meio de expressar. A voz”, frisou.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM