fbpx
PUBLICIDADE

Governo descarta Passaporte da Vacina e exige quarentena para viajantes não imunizados

Foto: Reprodução/CNN
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Após cinco dias, viajantes deverão apresentar exame PCR com resultado negativo

Após pressão do STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou na tarde desta terça-feira (7), em pronunciamento à imprensa, no Palácio do Planalto, que o Brasil não vai exigir o Passaporte da Vacina para as pessoas que desembarcarem no país.

De acordo com Queiroga, o país vai exigir quarentena de cinco dias para os viajantes que não tomaram nenhuma vacina contra a covid-19. Depois, eles deverão realizar um teste RT-PCR com resultado negativo.

O ministro do governo do presidente Jair Bolsonaro – que não se vacinou contra a covid-19 – afirmou que proibir não vacinados de ingressar no país seria um ato contrário à liberdade individual. Ele destacou que 80% dos brasileiros acima de 14 anos já estão completamente imunizados contra o coronavírus.

Mais cedo, o prefeito de Guarulhos, Guti (PSD), encaminhou ofício aos ministérios da Infraestrutura, Casa Civil, Saúde, Defesa, além da Justiça e Segurança Pública, para solicitar a exigência de comprovante de vacinação para quem desembarcar no Aeroporto Internacional de Guarulhos, que é o mais do país.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM