fbpx
PUBLICIDADE

Funcionários da Maternidade Jesus, José e Maria estão com os salários atrasados

Maternidade JJM
Foto: reprodução/Facebook/JJM
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Entidade promete quitar os débitos até o final de semana

O ano de 2023 começou com problemas de atraso salarial para os funcionários do Hospital e Maternidade Jesus, José e Maria, localizado na avenida Doutor Renato de Andrade Maia, n° 1337, no Parque Renato Maia. Os colaboradores alegam que o pagamento que deveria ser realizado no dia 20 de dezembro do ano passado, não foi disponibilizado e a nova previsão seria até essa quarta-feira (11).

A reportagem do GRU Diário conversou com funcionários do hospital que confirmaram a informação. “Embora o vale-transporte e refeição estejam em dia, o salário que deveria ser pago em dezembro, até o momento não foi realizado”, destacou um colaborador, que preferiu não se identificar.

Em nota enviada pelo JJM, Nelson Fernandes Júnior, presidente da Diretoria Executiva do hospital, destacou que na última sexta-feira (6) o hospital não teve condições de pagar os salários dos colaboradores devido a falta de recursos, porém, os demais benefícios estão em dia.

“Temos administrado o mesmo orçamento desde 2017, ou seja, suportar uma inflação de quase 40% registrada pelo INPC no período. Especialmente este ano estamos trabalhando em regime de contenção de gastos, com agravamento da situação a partir de outubro”, afirmou a nota em nome do presidente, destacando que o JJM é genuinamente filantrópico e 100% SUS (Sistema Único de Saúde), além de atingir mais de 90 mil atendimentos totalmente gratuitos no ano de 2020.

A previsão de acordo com o hospital, é que os pagamentos sejam realizados para todos os 540 colaboradores diretos até o final dessa semana.

Prefeitura nega atraso e diz que já efetuou repasse de R$ 2,5 milhões neste mês

Em nota, a Prefeitura de Guarulhos alegou estar em dia com os repasses ao hospital, citando que a última subvenção foi realizada no dia 3 deste mês no valor de R$ 2,5 milhões, publicada no Diário Oficial. A gestão Guti também destacou que em 2017 aumentou o valor do repasse de R$ 1,5 para R$ 2,5 milhões.

“Desde 2018 a Prefeitura de Guarulhos cumpre com o acordo de repassar as subvenções estabelecidas de R$ 30 milhões anuais para o Hospital Beneficente Jesus, José e Maria dentro do prazo. Inclusive, em razão de situações excepcionais, a gestão concedeu aportes adicionais à instituição nos anos 2018, 2019 e 2020, sendo que, em 2019, com suplemento, o recurso enviado chegou a R$ 33,2 milhoes”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM