fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Exposição de Monet vai à Escola Estadual Capistrano de Abreu na próxima semana

óculos de realidade virtual
Foto: Divulgação
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Alunos da rede pública de ensino poderão apreciar as obras de Monet por meio de óculos de realidade virtual

O programa educativo da exposição Monet à Beira d’Água chega a Guarulhos nos dias 15 e 16 de fevereiro, na Escola Estadual Capistrano de Abreu. Os alunos da rede pública de ensino participarão de atividades educativas e visitarão as obras de Claude Monet através de uma experiência tecnológica.

Com apoio da Soluções Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto busca democratizar o acesso à arte, estimular a criatividade e valorizar os saberes.

Com óculos de realidade virtual, os jovens serão imersos nas obras do impressionista, passando pelo Musée de l’Orangerie, em Paris, até o ateliê do pintor francês. Para dar continuidade à experiência, o educativo disponibiliza no site da exposição, oficinas que podem ser reproduzidas pelos professores.

Com temas sobre água, terra, tempo e luz, elementos das obras de Monet, a ação alinha-se às diretivas da Base Nacional Comum Curricular, do Estatuto da Criança e do Adolescente, da Agenda 2030 e dos 5 R’s da sustentabilidade.

“O objetivo é provocar o pensar crítico, refletir leituras de mundo e motivar a expressividade”, diz Danilo Tomic, responsável pelo projeto.

Para Penélope Portugal, diretora do Instituto Usiminas, é gratificante contribuir para democratizar o acesso à cultura de forma a estimular ações de fomento à criatividade e ao saber.

“É uma satisfação ter a oportunidade de direcionar a atuação da Usiminas em prol da formação cultural e humana de jovens, por meio da pluralidade e tecnologia.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM