fbpx
PUBLICIDADE

Ex-secretária estadual de Turismo defende taxação de empresas aéreas por poluição em Guarulhos

Bianca Colepicolo, especialista em Turismo e candidata a deputada federal
Foto: Divulgação
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Bianca Colepicolo é especialista em Turismo e vai disputar as eleições deste ano

Médica veterinária e especialista em Turismo, Bianca Colepicolo foi secretária estadual de Turismo e comandou a mesma pasta na Prefeitura de Ilhabela. Candidata a deputada federal, ela visitou Guarulhos na semana passada e falou sobre os desafios para fomentar o turismo na cidade.

Bianca avalia que o turismo é uma maneira adequada de fomentar a economia e gerar emprego e renda. Em relação a Guarulhos, ela entende como justa a cobrança que a Prefeitura passará a efetuar, a partir de janeiro de 2023, às empresas aéreas pela poluição causada nos pousos e descolagens do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

“Existe o impacto para a cidade de Guarulhos e isso pesa nos cofres públicos”, avaliou, principalmente porque muitos passageiros que utilizam o espaço da cidade para viajar sequer permanecem em Guarulhos.

Em Ilhabela, há uma taxa para acessar a ilha, que é utilizada para custear as ações do município que favorecem os turistas e os moradores locais.

Bianca comentou também sobre o Parque Estadual da Cantareira, que possui quatro núcleos, porém o do Cabuçu, em Guarulhos, é o que possui a menor utilização e sequer entrou na concessão do parque à iniciativa privada.

“É preciso diálogo da Prefeitura com a Fundação Florestal. Se trata de um atrativo para Guarulhos. Em Ilhabela, pegamos as principais trilhas do parque e deixamos mais acessíveis, fizemos manutenção, colocamos guarita e geramos empregos já que implantamos a regra de que só pode entrar no local com um guia de turismo. Isso gera 200 empregos e torna a trilha uma experiência mais legal”, exemplificou.

Em relação a Guarulhos, a especialista avalia que é preciso buscar montar produtos turísticos, negociar com agências e promover eventos. A existência do aeroporto internacional na cidade é um atrativo interessante, na opinião dela.

“A pessoa pode passar um dia na região antes de pegar viagem. É oportunidade de gerar dinheiro para a população. Se você traz a pessoa para fazer um passeio no entorno, cria um itinerário, ela pode consumir um produto cultural. É preciso utilizar a criatividade”, disse.

Integrante do grupo RenovaBR, Bianca disse que, se eleita, vai focar o mandato em projetos de geração de emprego e renda. Para ela, o turismo e a economia criativa são formas rápidas para fomentar recursos.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM