PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

“Essa medalha não é só minha, é de todo mundo”, diz Rebeca sobre prata na ginástica

Rebeca Andrade
Foto: Ricardo Bufolin/CBG
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Atleta nascida em Guarulhos é a primeira ginasta brasileira a conquistar o pódio e ainda concorre em mais duas categorias

“Essa medalha não é só minha, é de todo mundo, porque todo mundo sabe da minha trajetória, de tudo o que eu passei e se eu não tivesse cada pessoa dessa na minha vida isso aqui hoje não teria acontecido, eu tenho total consciência disso, E com certeza Deus sempre me protegendo, me capacitando para eu brilhar hoje aqui e então eu sou muito grata mesmo”.

Foi assim que a ginasta guarulhense Rebeca Andrade, 22 anos, que fez história ao ser vice-campeã no individual geral da ginástica artística feminina, na manhã de hoje (29), nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, e ser a primeira brasileira a conquistar um pódio. Ela garantiu a medalha de prata com nota 57,298 nos quatro aparelhos entre as 24 melhores atletas do mundo.

Durante a entrevista ao canal SporTV, ela comemorou a conquista e afirmou que tentou falar com a mãe, que lhe mandou um áudio emocionado.

“Eu fui tentar ligar para, ela não me atendeu, mandou um áudio, dando parabéns, falando que me amava muito, toda a minha família, todo mundo acordado lá no Brasil mandando um monte de mensagens, muito obrigado galera, vocês sabem que mesmo longe eu senti a energia de todos vocês, com muita fé, com muita paixão e com muita garra, que é o que tem o Brasil. Eu tô levando esta medalha para a gente. Eu estou muito feliz e orgulhosa de mim e de ter pessoas maravilhosas que trabalham junto comigo”, afirmou Rebeca.

Por fim, Rebeca comemorou a vitória e ressaltou a importância de todas as atletas que passaram pela mesma disputa. Antes de Tóquio, a artista passou por três cirurgias no joelho e chegou a pensar em desistir do esporte em 2015.

“Eu acho que mesmo se eu não tivesse ganhado a medalha eu teria feito história, justamente pela minha história, pelo meu processo até chegar aqui. Eu gostaria de dizer para vocês não desistirem, acreditarem no sonho de vocês e seguir firme, porque dificuldade a gente sempre vai ter. A gente tem que ser forte o suficiente para passar por cima. Graças a Deus eu tive pessoas maravilhosas que me ajudaram no meu processo e eu espero de verdade que vocês tenham pessoas incríveis assim como eu tive para que ajude vocês a chegar no topo, assim como eu cheguei. Eu sou muito grata e mando todo o meu amor para todos vocês, a todas as ginastas que já passaram por aqui e que já sentiram esta emoção, que sabem como é difícil e que estão felizes com o meu sucesso, eu sou muito grata mesmo, muito obrigada”, disse a vice-campeã.

Rebeca segue na Olimpíada para disputar as finais do salto, no domingo (1º), e do solo, na segunda-feira (2). Ela é cotada para ficar entre as melhores nas duas modalidades.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE