fbpx
PUBLICIDADE

Em Guarulhos, Tarcísio cita Rodoanel, Trevo de Bonsucesso e Metrô para atrair eleitor

Tarcísio em Guarulhos
Foto: Eurico Cruz/GRU Diário
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Pré-candidato bolsonarista ao Governo do Estado defendeu Bolsonaro, criticou imprensa e disse que “tucanos são petistas de gravata”

Em um encontro com empresários na FIG, na Vila Rosária, o pré-candidato bolsonarista ao governo do Estado de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), citou obras como o Trevo de Bonsucesso, o Rodoanel Norte e a chegada do Metrô em Guarulhos para tentar atrair o voto do eleitor da cidade nas eleições deste ano.

No evento organizado pela ACE (Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos), na noite de quarta-feira (13), o ministro afirmou que Guarulhos é uma cidade que sofre muito com infraestrutura e que a conclusão dessas obras mudaria a rotina e qualidade de vida do cidadão guarulhense.

“O Trevo de Bonsucesso vai virar uma realidade e a obra começa esse ano ainda”, disse o ex-ministro da Infraestrutura de Jair Bolsonaro (PL) ao citar que a conclusão da obra, prevista para ser retomada este ano, só foi possível com investimentos oriundos da concessão da Rodovia Presidente Dutra.

Tarcísio afirmou ainda que não pretende deixar as obras do Trecho Norte do Rodoanel paradas e que se eleito focará em trazer a Linha 2 – Verde para Guarulhos, uma promessa antiga de governos tucanos. Antes do trecho de Guarulhos ainda é preciso concluir a ligação até a Penha.

Questionado porque essas obras mesmo iniciadas constarem em seu plano de governo, o ex-ministro afirmou que pretende monitorar e ressaltou que a questão metroviária é competência do governo do Estado.

Tarcísio ressaltou a ligação entre a Linha 13 – Jade da CPTM com todos os terminais do Aeroporto e disse que esse investimento virá de recursos da outorga feita com a concessionária. Ele disse ainda que pretende ouvir demandas do cidadão.

“A ideia é principalmente ouvir as pessoas nessa fase de construção do plano de governo para que a gente possa entender o que as pessoas precisam, tem algumas necessidades que já estão previstas no nosso mapa”, disse.

Durante o evento, Tarcísio também disse que os paulistas vivem um momento de insegurança e que absurdo ouvir alguém dizer ser preciso ter um celular para o bandido e um celular para fazer Pix em casa para evitar transferências em sequestros relâmpagos.

Tarcísio ainda disse que muitas vezes a imprensa brasileira torce contra o atual governo e também disse que “tucanos são petistas de gravatas”, ou seja, que ambos são partidos de esquerda. Na corrida ao Governo do Estado, Freitas tem como principais adversários Fernando Haddad (PT) e Rodrigo Garcia (PSDB).

O ex-ministro defendeu a gestão da qual fez parte e disse que Bolsonaro enfrentou diversas crises, como a pandemia da covid-19, a crise hídrica que ameaça o sistema de energia elétrica, a guerra na Ucrânia, entre outras tragédias.

O pré-candidato prometeu ainda valorizar profissionais da educação e da segurança e disse que a infraestrutura será um pilar para geração de empregos e crescimento do Estado em uma eventual gestão dele.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM