PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

Em ano de pandemia, Samu recebe mais de 880 trotes em quatro meses

foto: Divulgação/PMG
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

PUBLICIDADE

Em média, Samu recebeu sete trotes por dia de janeiro a abril

Mesmo em um ano de pandemia por conta do novo coronavírus, causador da Covid-19, muitas pessoas ainda desperdiçam seu tempo com trotes ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). De janeiro até abril, foram reportadas 881 ações do tipo na cidade.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Embora o número tenha apresentado uma queda significativa na comparação com os anos anteriores, quando foram aplicados 9.987 trotes ao Samu em 2018 e 5.800 em 2019, o número ainda causa prejuízos e desgate desnecessário aos profissionais de saúde.

Diferente dos anos anteriores, a Prefeitura de Guarulhos informou que agora não diferencia os dados entre adultos e crianças.

Questionada sobre as medidas tomadas para evitar este problema, a Secretaria de Saúde informou trabalhar com ações de  conscientização e informação à população do quão prejudicial é passar trote para Samu.

“O Samu Guarulhos recebe cerca de 11 mil ligações mensais envolvendo todos os tipos de urgências. O tempo perdido atendendo um chamado falso prejudica quem realmente está precisando de um atendimento médico”, disse em nota a Secretaria.

De acordo com o órgão, muitas vezes é possível identificar o trote nas primeiras palavras do solicitante, mas em alguns casos só e possível constatar a falsa urgência quando a viatura chega ao local, gerando um prejuízo para os próprios munícipes e para a Prefeitura, além do stress causado à equipe que foi a este chamado, pois durante esse tempo outra pessoa que realmente precisa da ambulância ficou aguardando.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE